O que é análise SWOT pessoal e como aplicá-la no seu negócio?

A análise SWOT pessoal é uma ferramenta extremamente eficiente para a concretização de metas e de objetivos. O método surgiu para proporcionar às empresas maior eficácia nas tarefas e, com isso, conseguir melhores resultados, aumentando também a qualidade dos produtos. 

Devido a sua importância, passou a ser aplicado no desenvolvimento pessoal, principalmente por empreendedores e autônomos. 

Afinal, não seria interessante poder corrigir os seus pontos negativos e impulsionar os positivos? Este é apenas um dos benefícios da análise SWOT pessoal. 

Essa tática lhe auxilia a entender quais aspectos precisam de mais direcionamento, seja no que depende somente de você ou de fatores externos que não estão sob o seu controle. 

Sendo assim, saber exatamente do que se trata a análise SWOT pessoal e como aplicá-la é fundamental para o crescimento do seu projeto. 

Descubra quais passos seguir para colocar essa ferramenta em prática, aproveitar o que já está a seu favor e eliminar o que te prejudica. Boa leitura! 

Para que serve a análise swot?

o que é análise swot
o que e analise swot

A palavra SWOT, na verdade, é uma sigla em inglês, que significa: Strength (força), Weakness (fraqueza), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças)

É um panorama capaz de indicar as suas condições atuais e as condições desejadas para o futuro. Para que, assim, possa ficar evidente o que precisa ser mantido e o que precisa ser melhorado, tanto na sua personalidade, como também nas habilidades profissionais. Ou seja, trabalha tanto as suas softs, como as suas hard skills.

Até porque, não faz sentido traçar metas e não se importar com quais pontos precisam ser trabalhados individualmente, não é mesmo? Percorrer esse caminho é como dar um tiro no próprio pé, uma vez que se as metas não forem cumpridas, você nem sequer sabe onde está errando.

A análise SWOT pessoal se divide em dois conjuntos para distinguir aquilo que está ao seu alcance daquilo que foge do seu controle:

  • Interno: como o próprio nome já diz, são fatores íntimos e individuais, pontos que só dependem de você para que sejam mudados ou mantidos. São as características próprias de cada um, e aqui entram suas forças e fraquezas.
  • Externo: são os fatores que não dependem de você, mas isso não é algo ruim. Você pode e deve observar as oportunidades disponíveis e usá-las a seu favor. Assim como as possíveis ameaças, que também precisam ser notadas. Para que, desse modo, você possa se preparar e lidar da melhor forma possível com os ricos do seu mercado, bem como conseguir reduzi-los. 

Além disso, é importante esclarecer cada um desses pontos mencionados. Feito isso, você poderá entender e conhecer as suas próprias forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Confira mais abaixo:

Força

A primeira categoria da análise SWOT pessoal se refere às suas qualidades e aos seus talentos, aquilo que você já desempenha bem e sabe que pode contribuir muito para seu crescimento. Veja abaixo alguns exemplos:

  • Formações acadêmicas e cursos em geral;
  • Boa comunicação;
  • Criatividade;
  • Capacidade de liderança;
  • Equilíbrio emocional.

Fraqueza

Aqui entram as suas dificuldades, ou seja, aquilo que precisa ser melhorado. Seja sincero com você mesmo, lembre-se de que o objetivo de traçar esse plano é você conseguir sucesso nos seus projetos. 

Por isso, deixar de delimitar as suas falhas não é o melhor caminho. Veja alguns exemplos de características que são consideradas fraquezas:

  • Agressividade;
  • Insegurança;
  • Autoestima baixa;
  • Timidez;
  • Pessoalidade sabotadora;
  • Dificuldade para tomada de decisões.

Oportunidades 

Como citamos, as oportunidades fogem do seu controle, cabe à você observá-las e usar isso a seu favor. Lembre-se de que as oportunidades não aparecem do nada, você deve criá-las. 

Por isso é importante estar sempre atento para realizar ações que lhe favoreçam e não deixar passar aquela chance que pode alavancar seus projetos. Alguns exemplos de oportunidades são:

  • Mercados aquecidos;
  • Mercados inexplorados; 
  • Estudos e cursos;
  • Rede de contatos favorável. 

Ameaças

Nesse tópico da análise SWOT pessoal se enquadram os fatores que estão ocorrendo mundo afora e que podem ser prejudiciais para o desenvolvimento do seu objetivo. Confira alguns tipos de ameaças:

  • Crise econômica;
  • Crise política;
  • Aumento da concorrência.

Como aplicar análise swot pessoal?

Para colocar a análise SWOT pessoal em prática é necessário que você deixe claro os pontos citados anteriormente e os reconheça, para só então montar um plano de ação

Se você ainda não sabe quais são suas forças e fraquezas, existem alguns questionamentos que podem lhe auxiliar a descobrir:

  • Quando estou em um projeto, o que as pessoas costumam me elogiar? Quais são minhas maiores qualidades como profissional?  (Força)
  • Quais habilidades me fazem se destacar profissionalmente? (Força)
  • Quais crenças e atitudes me impedem de obter sucesso? (Fraqueza)
  • O que está me impedindo de prosseguir com o meu objetivo? (Fraqueza)

Para delimitar as oportunidades e ameaças é necessário fazer uma pesquisa de acordo com seu nicho de atuação. Mas existem algumas perguntas que podem ajudar a deixar mais claro esse passo:

  • Quais as tendências do mercado? (Oportunidade)
  • É viável adquirir mais habilidades na área? (Oportunidade)
  • Como está a concorrência na área? (Ameaça)
  • Quais circunstâncias atuais do mercado me prejudicam? (Ameaça) 

Após descrever essas características, você poderá organizar um planejamento. A técnica 5W2W é muito utilizada por ser facilmente aplicada na análise SWOT pessoal. Essa técnica tem como base o levantamento de algumas questões importantes:

  • O que deve ser feito?
  • Porque estou realizando esta ação?
  • Onde e como deve ser realizado?
  • Quando deve ser realizado?
  • Qual será o custo?

Respondendo essas perguntas, será possível definir um cronograma e as metas a serem cumpridas. Mas lembre-se: tudo depende de você. Essa é a hora de tirar as ideias do papel e partir para a execução. 

Afinal, como colocar em prática a análise SWOT pessoal?

Para você conseguir executar a análise SWOT pessoal é fundamental dividir forças, fraquezas, oportunidades e ameaças em quatro quadrantes

Essa tática pode ser feita à mão, mas utilizar uma ferramenta proporciona maior agilidade. Também é interessante que você pesquise alguns exemplos para preencher os quadrantes, isso lhe possibilitará visualizar insights e deixará a análise ainda mais completa.

Depois de preencher os quatro quadrantes, é o momento de responder ao sistema 5W2W

Essa técnica é como um checklist, para você conseguir entender tudo que precisa ser feito e por que está sendo feito. É essencial que você responda às perguntas com clareza e especificidade.

Logo após realizar esses passos, você conseguirá planejar as suas metas. Aqui é de extrema importância que você não deixe de lado as metas a curto prazo. E que as tarefas definidas tenham total coerência com as resoluções das fraquezas e das ameaças e potencialização das forças e das oportunidades. 

Veja quais passos seguir para finalmente executar a análise SWOT pessoal:

  • Faça uma divisão em quatro quadrantes (forças, fraquezas, oportunidades, ameaças);
  • Procure exemplos práticos da análise swot pessoal, tanto para preencher os quadrantes, quando para saber como outras empresas aplicam a técnica;
  • Faça um checklist utilizando o sistema 5W2W;
  • Seja claro e específico ao responder todas as questões;
  • Planeje as suas metas;
  • Execute as metas traçadas.

Quais os resultados de aplicar análise SWOT na sua empresa

Os resultados obtidos ao aplicar a análise SWOT são inúmeros. Um dos efeitos mais vantajosos é uma maior praticidade e menos tempo desperdiçado

Além da economia de tempo e energia, você também economiza dinheiro, pois otimiza seu tempo ao saber o que já domina e o que precisa de mais atenção. 

E, como costumam dizer, tempo é dinheiro. Além disso, terá cartas na manga para lidar com possíveis ameaças e oportunidades

Não só isso, o método também garante a longevidade do seu projeto. Pois, com o planejamento estratégico, você se compromete a entregar maior confiabilidade para os clientes. E, mais importante ainda, a sua capacidade de tomada de decisões se fortalece

Já que, com uma visão mais ampla da situação, é possível ter uma escolha mais certeira. Garantindo a prosperidade da sua empresa e a credibilidade aos olhos dos clientes

Sendo assim, os resultados de adotar a análise SWOT pessoal são:

  • Maior praticidade;
  • Otimização do tempo;
  • Economia financeira;
  • Planejamento prévio; 
  • Longevidade da empresa;
  • Credibilidade perante os clientes.

E aí? Convencido de que vale a pena colocar em prática a análise SWOT pessoal no seu negócio? Então, continue acompanhando nosso blog, para ficar por dentro de mais conteúdos como este e tornar sua empresa um case de sucesso!

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário