Como Motivar a Equipe?

Uma equipe motivada e cheia de vontade de trazer resultados é o objetivo que toda empresa busca! Mas e quando o quadro é o oposto? Funcionários desmotivados pelos mais diversos motivos – falta de vontade em trazer resultados para a empresa, produtividade baixa, entre outros – podem prejudicar tanto o resultado do próprio colaborador quanto da organização. Afinal, como motivar a equipe e mudar essa situação? 

À primeira vista, devolver o ânimo à equipe pode não parecer uma tarefa fácil – e realmente não é, já que você está lidando com diferentes pessoas que têm as mais diferentes personalidades e objetivos profissionais. A boa notícia é que algumas ações simples podem ajudar a reverter esse quadro negativo. Continue a leitura e confira abaixo algumas dicas valiosas para devolver o ânimo ao time: 

Conheça as pessoas que vai motivar

Antes de qualquer coisa, o primeiro passo é perceber que os colaboradores são pessoas, não números. Cada um tem suas diferenças, habilidades, dificuldades e outras características que os tornam únicos. Por isso, converse com eles para descobrir as particularidades de cada um. Procure entender o que motiva cada uma das pessoas: é a flexibilidade de horários? A vontade de aprender algo novo? O desejo de reconhecimento? Entender essas necessidades é essencial para levantar os ânimos e motivar a equipe.

Reconheça bons trabalhos

Motivação e reconhecimento são palavras que estão intrinsecamente relacionadas – afinal, quem não gosta de ter seus esforços reconhecidos? Por isso, dê gratificações aos colaboradores ou estimule o time com competições saudáveis. No fim, o “vencedor” pode ganhar algum prêmio ou recompensa que com certeza trará motivação para as atividades diárias. Nesse caso, a recompensa pode ser um livro sobre desenvolvimento profissional, um curso gratuito, um dia de folga ou até mesmo um jantar em algum restaurante da cidade. Seja criativo!

Dê feedbacks construtivos

Além de reconhecer o mérito das atividades bem feitas, é preciso também dar feedbacks para que o profissional saiba se está no caminho certo e possa melhorar os pontos necessários. O papel do líder é guiar o colaborador para se desenvolver e, portanto, ser mais produtivo. Por isso, não se esqueça: o feedback deve ser periódico e construtivo, ou seja, todos os pontos negativos apontados devem vir junto de dicas para serem melhorados.

Verifique se todos entenderam os objetivos

Se a equipe não tiver entendido com clareza os principais objetivos da organização, pode se sentir desnorteada e até mesmo desmotivada. Para evitar problemas do tipo, prepare-os com conversas simples, apontando onde eles se encaixam dentro da estrutura da empresa e como o trabalho deles contribui para a organização caminhar em direção ao cumprimento das metas. Isso faz com que eles se sintam valorizados e mais engajados com suas funções.

Dê a eles o que precisam para trabalhar 

Para realizar as tarefas exigidas, os colaboradores podem precisar de duas coisas: ou as ferramentas adequadas ou treinamento para adquirir os conhecimentos necessários – ou ambos! Na falta de algum destes dois itens, eles podem acabar se sentindo incapazes e inseguros para atuarem. Por isso, se perceber que os colaboradores precisam de treinamento ou de um computador novo, faça acontecer. Você verá a diferença!

Aprendam a se divertir juntos

Essa pode ser uma dica um pouco estranha para empresas mais tradicionais, mas é fato: um ambiente divertido pode ser sinônimo de uma excelente estratégia para a organização. Comemorar vitórias com a equipe e incluir momentos de descontração na rotina são algumas atitudes que mostram que você se preocupa com o bem estar dos funcionários e que os enxerga como membros valiosos. Para isso, crie salas de descanso e até ouse em ambientes com jogos e videogames. Happy hours e confraternizações também são boas opções. 

Comunique-se com clareza

Uma das causas mais comuns da desmotivação da equipe é a sensação de não fazerem parte da empresa ou até mesmo de seu trabalho não ter sentido. Para evitar que sentimentos deste tipo se espalhem entre os membros da sua equipe, trabalhe em uma comunicação clara e transparente com seus colaboradores – destacando principalmente as formas pelas quais eles contribuem para que a empresa alcance seus objetivos e cresça cada vez mais. Vale pontuar também as opções de crescimento dentro da organização, para que eles vejam as perspectivas futuras e não sintam a necessidade de buscarem oportunidades em outras empresas.

Desafie seu time! 

Você está trabalhando com bons profissionais? Ótimo, faça também bom uso deles. Um bom gestor sabe quais funções podem ser delegadas para que os colaboradores consigam realizá-las. Tarefas novas vão tirá-los da rotina, fazendo com que se sintam reconhecidos e motivados para novos desafios – só não se esqueça de verificar se as pessoas em questão têm o perfil de gostarem de novos desafios.

Está tudo bem em pedir desculpas

Ser o líder do time não significa que você deve ser perfeito o tempo inteiro. Aceite que você irá cometer erros ocasionais, e é aí que a grande diferença acontece: perceber que agiu errado ou que tomou uma decisão equivocada e pedir desculpas mostra humildade. Aceitar o erro fará com que a sua equipe te admire e respeite ainda mais! 

Ouça de verdade a equipe

Uma das maiores necessidades dos funcionários é sentirem que são ouvidos e, principalmente, que as decisões são tomadas considerando suas opiniões. Por isso, procure ouvir sempre as sugestões e incentivar a participação com novas ideias. E não tenha medo de deixar claro que as propostas sugeridas serão estudadas e consideradas como possibilidades que realmente podem vir a acontecer.

 

Agora que você já sabe o que pode fazer para motivar os colaboradores da sua equipe, é hora de colocar essas dicas em prática. Para que tudo aconteça com naturalidade para o time, vá fazendo pequenas mudanças na rotina de trabalho e observando os resultados. Com o tempo, você verá mudanças valiosas acontecendo!

Esperamos que este artigo tenha tirado suas dúvidas sobre como motivar a equipe! Não se esqueça de acompanhar os posts do nosso blog, inscreva-se no nosso canal do YouTube e curta nossa página do Facebook para ficar por dentro de todas as novidades!

Autor

Autor de 2 livros publicados: "Lean Six Sigma: O guia básico da metodologia" e "101 Dúvidas sobre Lean Six Sigma". É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Professor de empresas como BRF, Plasútil, Usiminas, Petrocoque, Avon, Mondelli, UNESP, JohnDeere e de mais de 35.000 alunos na comunidade online. Com mais de 26 mil certificados emitidos, é CEO da CAE Treinamentos, uma plataforma focada em melhoria contínua e gestão de processos.