Dicas fáceis para ter uma equipe engajada na empresa

Ao falar em equipe engajada é comum surgirem questionamentos para encontrar as respostas que indicam as origens (ou a falta) da motivação da equipe, da melhora da produtividade e dos resultados obtidos.

Afinal, será que a culpa realmente é sempre do gestor? E até onde o engajamento profissional tem influência na produtividade da equipe

Ter funcionários envolvidos com os objetivos da empresa e se dedicando para terem o melhor desempenho possível é o sonho de qualquer organização.

E uma coisa é certa: quanto mais motivado estiver o colaborador, maiores serão os ganhos da companhia em engajamento corporativo, já que eles são os principais responsáveis pelas entregas e resultados da corporação.

Por isso, é essencial que hajam iniciativas por parte dos líderes para manter a equipe engajada. 

Quer saber como investir em engajamento profissional dentro do seu negócio? Confira as dicas:

  • Defina as metas com clareza
  • Capacite os colaboradores
  • Dê o suporte necessário
  • Comunique suas expectativas

O que fazer para ter uma equipe engajada?

Adotar um tipo de liderança que tenha uma orientação voltada para as pessoas é essencial para trazer motivação ao time, mas há também algumas ações simples que podem fazer toda a diferença.

Confira algumas dicas para motivar a equipe e aumentar a produtividade e o engajamento profissional:

Defina as metas com clareza

Definir objetivos e metas de forma objetiva é algo que está fortemente ligado ao desempenho esperado de uma equipe engajada nas tarefas.

Essa definição se tornará a principal fonte de motivação dos colaboradores, de modo que eles estarão interessados no que deve ser feito na prática.

Deixar as metas mais claras e específicas possível faz com que a equipe tenha mais produtividade e um desempenho melhor.

Por isso, estabeleça metas viáveis com prazos que podem ser alcançados e explique todo o processo para os funcionários.

Capacite os colaboradores

Para ter uma equipe engajada, onde os funcionários participem mais e mais dos processos, eles devem estar diretamente envolvidos na tomada de decisões.

Assim, forneça suporte e capacitação para que eles possam resolver problemas com competência e confiança. Desta forma, a equipe se torna muito mais integrada e preparada.

Dê o suporte necessário

Mudar o estilo de liderança significa que a equipe deverá também aprender novas formas de trabalhar.

Com isso em mente, cabe ao líder dar as oportunidades para que os funcionários possam desenvolver e experimentar novas abordagens.

Para obter engajamento profissional com essa estratégia, não se esqueça de se certificar de que o time tenha capacitação e os recursos necessários.

Leia também: Cursos de capacitação online: dicas de como estudar à distância?

Comunique suas expectativas

Passar para os funcionários o que você tem em mente pode não ser uma tarefa fácil.

Por isso, para ter uma equipe engajada comece inspirando-os com uma visão simples e clara do caminho que deve ser seguido pela empresa.

O que é um profissional engajado?

É comum notar que os perfis profissionais passem por mudanças ao longo do tempo.

Se no passado, um bom salário era sinônimo de equipe engajada e empenhada nas tarefas, nos dias de hoje é muito mais importante que a empresa esteja disposta a investir em outras ações práticas para garantir o engajamento profissional do time.

Podemos constatar com naturalidade que se o colaborador está engajado, ele produz mais. Portanto, será mais reconhecido, tanto financeiramente quanto na sua carreira — só que nada disso acontece sem a devida motivação.

Essa palavra designa a chave que move uma equipe engajada. Para que qualquer ação aconteça, a pessoa precisa ter um motivo, ou seja, ser movida por alguma coisa.

Com o motivo, o colaborador torna-se mais produtivo, pois se sente impulsionado para fazer o melhor das suas tarefas e ir até mesmo além delas. 

Encontrar este motivo não é fácil — até porque ele não precisa ser necessariamente apenas um. Faça um breve questionamento de si mesmo:

  • Quais são os fatores que te movem?
  • Quais são os objetivos?
  • O que te faz querer agir para fazer o melhor?

A produtividade, por sua vez, é uma consequência da motivação. Na área profissional, é comum relacionar a produtividade ao ato de realizar o melhor trabalho possível, alcançando resultados positivos e pertinentes aos objetivos da empresa. 

Quando um gestor vê que o colaborador está motivado, verá ele muito mais engajamento profissional com suas atividades, ou seja, mais produtivo.

Os benefícios da motivação se estendem também à saúde, uma vez que um colaborador motivado tem bem-estar maior e uma vida mais saudável.

E qual empresa não adora um funcionário que compartilha as ações e valores da organização com seu ciclo social? É desta forma que a organização retém uma equipe engajada de talentos e é admirada por outras empresas.

Engajamento profissional e as consequências na produtividade

É comum que os colaboradores passem por momentos de falta de motivação em seus cargos.

Embora sejam desagradáveis, essas situações são normais, já que não há como estar completamente feliz ou 100% satisfeito todos os dias.

O problema surge quando esses sentimentos entram na rotina e ficam lá, e começam a causar quedas na produtividade dos colaboradores.

Um exemplo claro das consequências da falta de motivação de uma equipe engajada está na instrução dos colaboradores.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Entrepreneur, 63% dos participantes responderam que acreditam que perdem tempo demais de trabalho por não saberem exatamente o que era prioridade e o que não exigia tanto foco. 

Essas situações fazem com que os colaboradores não se sintam motivados por simplesmente não saberem para onde direcionar suas energias.

Outra possibilidade são os líderes que fazem cobranças de resultados e dão tipos de feedbacks de forma desagradável, que beiram até mesmo a ignorância e grosseria.

Atitudes assim acabam causando distanciamento no relacionamento da equipe. Para que os colaboradores se sintam motivados, é essencial que eles tenham alguma liberdade e confiança em seus gestores.

Se o cenário da empresa demonstra essas características, é possível que os resultados comecem a apresentar quedas expressivas.

Corrigir isso será uma tarefa complexa, já que o ambiente também não está apresentando as características necessárias para que os colaboradores sejam uma equipe engajada com foco e energia para executar suas tarefas.

Demonstre reconhecimento pela equipe engajada

Investir tempo e energia nos colaboradores são requisitos importantes para que eles se sintam motivados.

Porém, mais importante ainda é que eles sintam — saibam — que você reconhece o trabalho deles e os valoriza.

Confira mais dicas para ter uma equipe engajada no episódio #20 do nosso podcast ‘Business Break’. Só dar o play abaixo:

Business Break – Podcast CAE · #020 – Como aumentar a produtividade? 6 dicas importantes!

Para prosseguir com seus estudos sobre motivação e produtividade, recomendamos as seguintes leituras:

Por fim, não se esqueça de acompanhar as postagens do nosso blog, se inscrever no nosso canal do YouTube e curtir nossa página do Facebook para ficar por dentro de todas as novidades!

Autor

Jornalista e social media formada pela Unesp.

Escreva um Comentário