O que é a Cultura Lean?

Você conhece a cultura lean? O nome pode não soar muito familiar, mas uma coisa é certa: ela é essencial para os ambientes de trabalho. Sem a cultura lean fortemente empregada na rotina da empresa, os membros da organização com certeza iriam se comportar de formas bem diferentes do que estamos acostumados.

Esses comportamentos podem se manifestar de várias formas: os colaboradores, não importando sua posição hierárquica, teriam dificuldades para antecipar comportamentos e possíveis situações problemáticas, de modo que o desempenho da empresa seria composto pelo caos.

A cultura lean, quando bem utilizada, pode ser uma boa ferramenta para evitar problemas do gênero. Entretanto, é importante lembrar que ela pode, sim, ser alterada de acordo com as necessidades da companhia: se o ambiente muda, a cultura também tem que mudar para que a organização e os colaboradores que nela trabalham possam continuar suas atividades.

Por que implementar?

O grande diferencial da cultura lean dentro da empresa é o fato de todos os colaboradores estarem cientes do que está acontecendo no ambiente. Pode não parecer muita coisa, mas por exemplo, considere os gerentes das plantas de fabricação: boa parte deles sabe apenas parcialmente do funcionamento da planta.

Isso acontece por passarem pouco tempo na fábrica, utilizarem sistemas de operação ineficientes, não terem objetivos e metas definidos, entre outras questões. Empresas que apresentam este cenário vivem em uma constante cultura de caos e solução desesperada de problemas.

Trazendo a cultura lean para a empresa

O primeiro passo é verificar se a empresa está preparada para a mudança cultural que está a caminho. Para isso, encontre um líder que tenha capacidade de elaborar um plano, articulá-lo e seja resiliente na execução, mesmo que esteja sob condições desfavoráveis.

Neste momento, um consultor externo também é importante para orientar o líder quando as dúvidas surgirem. Verifique também se há colaboradores formados nas ferramentas e habilidades de melhorias.

Depois, analise criticamente se os processos estão preparados para a iniciativa que está por vir. Para isso, verifique se eles têm estabilidade e qualidade, características críticas dos requisitos de qualidade.

Ter uma equipe preparada para melhorias contínuas e realizar projetos de alta complexidade também é essencial, bem como técnicas de padronização. Por fim, considere sempre se a filosofia de melhoria contínua está presente.

Se for necessário, forneça treinamentos sobre o Lean para os colaboradores, para que aprendam os conceitos e vivenciam situações de redução de variação, balanceamento de linha, entre outras.

Executar o plano de treinamento para os funcionários especializados é essencial para assegurar que eles serão capazes de estruturar as iniciativas de melhoria, orientando e realizando as coletas de informações necessárias e testando as oportunidades sempre que surgirem.

Um redesenho do sistema que esteja alinhado com as demandas do cliente e sincronizado com a produção contribui para a eficiência dos projetos e otimização do tempo. E não se esqueça de deixar tudo muito bem documentado, para que os aprendizados sejam disseminados para outras linhas e corrigidos, se necessário.

Finalize fazendo uma análise crítica de eventuais desperdícios que surgiram, para atingir ainda melhores níveis de desempenho. Implementar todas essas medidas leva tempo e preparo dos colaboradores e, por isso, não tenha pressa: leve o tempo que for necessário para garantir que a cultura lean esteja fixa na rotina da empresa e nos projetos.

Conheça os benefícios da cultura lean para a empresa

A cultura lean, quando implementada na empresa, pode trazer diversos benefícios. Como a metodologia muda completamente o paradigma da empresa, os ganhos aumentam e a produtividade também: o sistema passa a liberar os colaboradores para outras áreas da produção, o que aumenta a eficiência do todo.

No fim das contas, o maior dos benefícios é o desenvolvimento constante das pessoas, para que elas estejam sempre colaborando na melhoria dos processos. Entretanto, para que isso realmente ocorra, é preciso sustentar o sistema para evitar que perdas ocorram.

Trazer a cultura lean para a empresa e, com ela, atingir resultados relevantes é um grande passo para os gestores; afinal, trata-se de uma filosofia de gestão que virará parte da organização. Por isso, o ato de decidir implementar esta metodologia – ou alguma outra que caiba melhor – é o primeiro passo.

Quem toma essa decisão tem o conhecimento dos indicadores de desempenho. Assim, quando a implantação da cultura lean vem de colaboradores de cargos mais altos, isso significa que haverá apoio e direcionamento para alcançar as metas e objetivos da empresa.

Entretanto, nada disso pode ser feito sem a capacitação dos funcionários. Dependendo do porte da empresa, do porte dos projetos realizados e a quantidade deles, é essencial ter profissionais Black Belt ou Green Belt no time, pois eles poderão executar projetos de melhoria contínua. Além disso, eles poderão também ajudar a instruir os outros colaboradores da empresa, conscientizando-os da importância e benefícios da gestão Lean.

Ainda sobre os funcionários, há outro ponto importante: para que tudo ocorra da melhor forma possível, é preciso que o máximo de funcionários estejam envolvidos na melhoria contínua dos projetos. Isso evita falta de envolvimento nas atividades, porque eles estarão cientes das diversas vantagens e benefícios da gestão.

Por isso, deixe os colaboradores sempre cientes dos diferenciais da gestão lean e quais ganhos a empresa pode receber. Quem estiver envolvido nos trabalhos operacionais pode ter boas noções das ferramentas, de modo que irão se tornar peças-chave nos resultados positivos almejados pela empresa.

Conclusão

Implementar a cultura lean significa, muitas vezes, uma mudança cultural completa na forma de pensar e agir da empresa. Há diversos aspectos importantes desta metodologia que devem ser bem compreendidos antes da implantação do programa.

Além disso, os processos em lean six sigma são dinâmicos, de modo que devem ser sempre revisados de forma atenta e objetiva, para terem melhorias contínuas.

Para continuar seu aprendizado sobre a cultura lean e tudo mais que ela oferece, recomendamos as30 seguintes leituras:

5 motivos para ter a formação Lean Six Sigma

8 principais ferramentas do lean Six Sigma

Qual a diferença entre as certificações Lean Six Sigma

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook, se inscrever no nosso canal do YouTube e, claro, acompanhar as postagens do nosso blog para ficar por dentro de todas as novidades!

Autor

Jornalista e social media formada pela Unesp.

Escreva um Comentário