O que é mapeamento de fluxo de valor? Veja exemplos de VSM!

Saber o que é mapeamento de fluxo de valor (VSM) é fundamental para quem trabalha dentro das linhas de produção e montagem. Afinal, só quem vive a realidade da indústria sabe bem quantos processos são necessários para criar um único item. Do recebimento da matéria-prima até a distribuição logística e entrega final, todas as etapas passam por uma série de atividades, máquinas e colaboradores até serem concluídas. 

Nesse cenário, é comum que com o passar do tempo as linhas acabem se perdendo em meio a tantos processos, criando um excesso de tarefas desnecessárias. Sendo assim, ferramentas como o mapeamento de fluxo de valor são muito úteis para tornar a empresa mais simples e enxuta.

Já que, nesse cenário de múltiplas atividades, é comum que com o passar do tempo as linhas se tornem menos produtivas, criando um excesso de tarefas desnecessárias. Por esse motivo, ferramentas como o mapeamento de fluxo de valor são muito úteis para tornar a empresa mais simples e enxuta. 

Sabendo disso, criamos aqui um guia completo com tudo que você precisa saber sobre o VSM e suas respectivas aplicações, bem como exemplos práticos de seu funcionamento no dia a dia corporativo. Ficou curioso para saber mais? Continue acompanhando e descubra como aumentar a produtividade da sua companhia e também exemplos de VSM para colocar em prática.

O que é mapeamento de fluxo de valor?

O mapeamento de fluxo de valor ou simplesmente VSM (Value Stream Mapping) se trata de uma metodologia baseada em fluxogramas para analisar individualmente cada etapa de criação, visando uma melhoria nos métodos produtivos da empresa. 

Ou seja, esse sistema tem como base para a sua aplicação o método enxuto, popularizado pelo sistema Lean de produção. Com o mapa de fluxo de valores a gestão da empresa pode acompanhar desde as etapas iniciais do seu produto até o momento que ele chega nas mãos do cliente.

Sendo assim, fica bem mais simples identificar quais processos estão demorando mais que o necessário, bem como quais atividades podem ser eliminadas para que o sistema torna-se mais ágil. 

Desse modo, ganha-se em produtividade e em otimização do tempo, o que é ideal para quem deseja aumentar os lucros de maneira rápida e eficiente. 

Principais benefícios do mapeamento de fluxo de valor

Como você pode perceber, o mapeamento de fluxo de valor é um processo aplicado nas empresas com o objetivo de auxiliar a gestão a tornar as suas linhas de produção mais eficazes. Nesse cenário, é evidente que quando o seu uso é contínuo e realizado da maneira adequada, os ganhos para a companhia são inúmeros, nos mais diversos setores.

Abaixo citamos alguns dos benefícios que uma empresa pode obter ao fazer o mapa de fluxo de valor de seus processos: 

  • Facilidade na identificação de gaps produtivos; 
  • Auxílio na tomada de decisão;
  • Visualização geral do panorama da empresa, ideal para entender sobre possibilidades de realocação de colaboradores;
  • Otimização do tempo de trabalho;
  • Aumento da produtividade da empresa, fazendo mais em menos tempo; 
  • Crescimento dos lucros, devido ao maior poder de comercialização dos itens criados.

 Exemplos de VSM

 Como você pode perceber, o VSM é um método que pode acarretar em diversas vantagens quando trazido para a prática dentro das empresas. 

Afinal, ele contempla todos os segmentos da corporação, ideal para análises mais profundas e completas. Abaixo, daremos exemplos de VSM, para que você possa entender melhor como essa ferramenta funciona na rotina das organizações. 

Imagine uma loja de roupas que possui fabricação própria. Para que as peças exibidas na vitrine cheguem até lá, elas passam por uma série de processos internos

O primeiro deles é o contato com os fornecedores de tecido, em busca do melhor preço. Depois disso é realizada a logística do material, onde ele vem através de caminhões e é descarregado na área externa da empresa. 

Após esse recebimento, o setor de almoxarifado é responsável por catalogar a entrega e organizar o material, deixando tudo organizado para a produção.Após essa etapa, ele é distribuído para cada setor, desde a área de costura até a limpeza e descarte de retalhos. Quando a peça é finalizada, ela irá para a área de lavanderia, onde passa por um intenso processo de desinfecção, essencial para a remoção de todas as sujeiras e possíveis odores do tecido.

Por último, ela é passada, dobrada e levada para a loja, onde os vendedores as alocam em todas as prateleiras e manequins necessários. 

Nesse cenário, um mapa de fluxo de valor deve ter todas essas informações, inclusive com dados de tempo que cada tarefa demora para ser realizada. 

Com esse panorama a gestão conseguirá identificar e implementar mudanças efetivas, as quais farão grande diferença para o lucro da companhia e para o dia a dia dos colaboradores.

Como fazer um mapa de fluxo de valor 

Tendo em vista o quão benéfica essa ferramenta pode ser para a sua empresa, confira abaixo 5 passos rápidos para trazê-la para a prática de maneira simples e eficiente! 

  1. Defina todos os processos da empresa de maneira bem detalhada;
  2. Colete dados como o tempo de cada processo e os valores deles individualmente;
  3. Avalie os passos utilizando critérios próprios;
  4. Entenda como está a movimentação de materiais na sua empresa;
  5. Faça uma análise profunda do mapa e de seus respectivos resultados.

Agora que você já sabe de todas essas informações e conhece exemplos de VSM, vai ficar muito mais simples elaborar o mapa de fluxo de valor da sua empresa de maneira rápida e prática. 

Sendo assim, se você deseja continuar acompanhando os melhores conteúdos para auxiliar na sua gestão, conheça o nosso blog! Aqui postamos artigos sobre todas as ferramentas que vão te ajudar a se tornar um verdadeiro case de sucesso em sua empresa!

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário