Dicas para recolocação profissional de engenheiros [Guia]

Sabemos que a recolocação profissional não é uma tarefa fácil para profissionais de todas as áreas, principalmente para as que apresentam mercados extremamente competitivos, como a de engenharia. Buscando te ajudar, neste artigo separamos 5 dicas para recolocação profissional, mesmo com o atual cenário de crise.

Existem pesquisas indicando que o tempo médio de reinserção no mercado pode ser de até 6 meses. Porém, esse tempo pode se tornar ainda maior, caso o profissional não tenha clareza de quais são seus objetivos profissionais ou não busque por estratégias para se diferenciar dos demais candidatos.

Deparar-se com um cenário desse, no início da carreira, pode assustar quem está se preparando para o mercado, não é mesmo? Mas, não se desespere!

Siga as 5 dicas para recolocação profissional para engenheiros e saia na frente, se encaixando nas melhores oportunidades. Confira!

5 dicas para recolocação profissional no mercado de trabalho

1. Busque por capacitação

A primeira resposta para a questão “como conseguir recolocação profissional no mercado de trabalho”, é, sem dúvida, a capacitação.

Em qualquer fase da vida profissional, é muito importante buscar constantemente por atualização e novos conhecimentos, que possam agregar valor ao seu currículo. Porém, quando se trata de como conseguir recolocação profissional, isso é ainda mais significativo.

Aproveite o tempo livre para buscar por conhecimentos que possam se tornar diferenciais na disputa por uma vaga.

Atualmente, existem cursos online especializados para profissionais de engenharia, que oferecem certificações muito valorizadas pelos recrutadores.

Além disso, caso você esteja na faculdade, ainda ingressando no mercado de trabalho, provavelmente, já sentiu a defasagem entre o ensino teórico de sala de aula e o que é exigido pelo mercado, certo? Então, busque em outros meios tudo o que a faculdade de engenharia não ensina.

É muito importante atualizar-se constantemente com conhecimentos práticos e que façam parte do cotidiano da sua profissão, pois, isso demonstrará que você está bem mais preparado do que se dominar apenas os conhecimentos teóricos.

2. Tenha sempre portfólio e currículo atualizados

Uma dica para recolocação profissional, simples e muito eficaz, é ter um portfólio bem elaborado.

No processo de como se preparar para um processo seletivo, você deve usar o portfólio como um catálogo de suas habilidades, utilizando como exemplo de sua capacitação, os projetos dos quais já participou.

Para organizar o portfólio, você pode reunir todas as suas experiências em uma planilha, detalhando as etapas de cada projeto, com fotos e vídeos anexos.

Se ainda não tiver muitas experiências no mercado para colocar no portfólio, vale inserir qualquer experiência relevante que teve na faculdade ou em projetos de extensão, por exemplo.

O mesmo vale para o currículo. Já que a maioria dos processos seletivos atualmente são feitos online (ou pelo menos começam online), o currículo será seu primeiro contato com o recrutador, portanto, a chance de mostrar seu potencial para aquela oportunidade de trabalho.

Sendo assim, é muito importante saber organizar todas as suas experiências e conhecimentos em um currículo claro e objetivo, pois, de nada adianta ter uma grande bagagem se sua apresentação não for capaz de transmitir isso.

3. Mantenha um bom networking

Ter uma rede de relacionamentos sólida pode tornar muito a sua recolocação profissional no mercado de trabalho, muito mais fácil, pois, por meio dela é possível manter contato com outros profissionais, que podem oferecer referências de seu trabalho, ou até mesmo encontrar parceiros importantes para seu negócio.

Uma dica de networking importante, é cuidar dos relacionamentos de trabalho não apenas  no momento em que você precisar de indicações, pois, assim dificilmente você terá credibilidade.

É importante manter contato com todos os profissionais com os quais já trabalhou e ser acessível sempre que precisarem. Manter um networking também consiste em colaboração.

Além disso, sempre que puder, vá a eventos da área e aproveite todas as oportunidades de interação que eles oferecem.

Converse com os profissionais que são referências para o seu mercado e se apresente sempre que possível.

Para quem ainda não se formou, uma ótima dica é cultivar uma rede de contatos desde a faculdade, incluindo o bom relacionamento com professores e parceiros de todos os projetos que participar.

4. Utilize as redes sociais a favor de sua carreira

Parte de manter um bom networking consiste na utilização correta das redes sociais, a favor de sua carreira.

Sabemos que existem redes sociais específicas para o relacionamento profissional, como o LinkedIn, e é importante que seu perfil esteja sempre atualizado em todas elas.

  • Preencha todas as informações com o máximo de detalhes
  • Utilize uma foto de perfil adequada
  • Sempre que possível faça publicações ricas em conteúdo relevante sobre sua área

Essa é uma das valiosas dicas para recolocação profissional, entretanto, mesmo fora de redes sociais voltadas especificamente para o trabalho, também é possível cultivar uma rede de contatos relevantes. Você pode, por exemplo:

  • Acompanhar blogs e comunidades de engenharia
  • Participar de fóruns ou de grupos voltados para a área em outras redes sociais, como o Facebook
  • Interagir sempre que possível

Além disso, também é importante cuidar de sua imagem online, evitando postagens que possam ser polêmicas e, principalmente, ofensivas. É cada vez mais comum, os recrutadores avaliarem as redes sociais dos candidatos.

5. Prepare-se para os processos seletivos

A última das dicas para recolocação profissional parece óbvia, mas acredite, muita gente esquece de dar atenção a ela.

Quando estamos buscando por maneiras de como conseguir recolocação profissional no mercado de trabalho, é comum nos preocuparmos muito com o que devemos fazer para conseguir novas oportunidades e nos esquecemos do próprio momento da entrevista.

É importante que você se prepare para o processo seletivo em si, pois, isso pode ser a chave para conquistar uma vaga.

Para aprender a como se sair bem em uma entrevista de emprego, é preciso estar atento a todas as fases do processo, principalmente nos que envolvem dinâmicas ou etapas em grupo, como geralmente acontecem nas vagas de trainee.

Nestes casos é fundamental trabalhar suas habilidades de comunicação para que consiga se expressar de forma correta e com o máximo de clareza possível.

Leia também: Como um programa de trainee pode ajudar na sua carreira!

Além da comunicação verbal, também tenha cuidado com a comunicação escrita. Ao escrever e-mails, apresentações ou qualquer tipo de material que faça parte de processos seletivos, use linguagem formal e fique atento aos erros de ortografia, que podem comprometer sua imagem.

E aí, gostou das dicas para recolocação profissional? Anotou tudo sobre como conseguir recolocação profissional no mercado de trabalho? Colocando em prática as estratégias que listamos aqui, você certamente estará no caminho para enriquecer seu currículo e alcançar a posição profissional que deseja.

A CAE Treinamentos é uma empresa formada por engenheiros experientes, voltada para a formação e capacitação de profissionais para o mercado de trabalho. Oferecemos cursos de gestão e melhoria de processos desde o nível básico ao avançado.

Com mais de 3.500 alunos EAD e mais de 30 turmas presenciais, você terá acesso a cursos de qualificação e treinamento em gestão e processos que se encaixam à sua realidade. Conheça nossos cursos e saiba como podemos ajudar você a conquistar uma posição de destaque no mercado.

Autor

Autor de 2 livros publicados: "Lean Six Sigma: O guia básico da metodologia" e "101 Dúvidas sobre Lean Six Sigma". É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Professor de empresas como BRF, Plasútil, Usiminas, Petrocoque, Avon, Mondelli, UNESP, JohnDeere e de mais de 35.000 alunos na comunidade online. Com mais de 26 mil certificados emitidos, é CEO da CAE Treinamentos, uma plataforma focada em melhoria contínua e gestão de processos.