PMBOK: o que é e por que usá-lo em gerenciamentos I CAE Treinamentos

A dúvida sobre o que é PMBOK costuma rondar o mundo corporativo sobre sua utilização e como fazê-lo. Isso porque o modelo é capaz de padronizar processos, ferramentas e técnicas e potencializar práticas de gerenciamento de projetos.

Além disso, através dele, é possível que o profissional se norteie por princípios e avalie desempenhos de modo funcional.

Nos tempos atuais – onde a gestão de projetos se tornou foco nas mais diversas áreas organizacionais – entender o que é PMBOK é essencial para elencar prioridades, prazos, custo e operação.

Por isso, a CAE Treinamentos preparou um artigo exclusivo sobre o assunto. Confira conosco e boa leitura!

Afinal, o que é PMBOK e quais seus principais objetivos?

Para responder o que é PMBOK é necessário, primeiramente, compreender sua sigla. Em português, ela significa Conhecimento em Gerenciamento de Projetos. No original, Project Management Body of Knowledge.

Em resumo, o PMBOK é um guia que reúne as melhores práticas de gerenciamento de projetos, a partir de um conceito que respeita as particularidades de cada projeto, mas cria um sistema padrão de processos.

O PMBOK tem sua publicação regular aproximadamente a cada 4 anos e sua criação e revisão acontece pelo instituto PMI, referência mundial em mais de 185 países como associação em gestão de projetos.

Diferenças entre o PMBOK e metodologias

Um ponto importante para compreender o que é o PMBOK diz respeito a não associá-lo como uma metodologia. Isso porque, sua função se relaciona com orientações gerais sobre a gestão de projetos e não como diretriz única a se seguir.

Em outras palavras, o PMBOK aponta o caminho mas não torna obrigatório uma forma específica de aplicação. Por sua vez, uma metodologia é um processo regulamentar de como se aplicar determinadas práticas em certas situações.

Por isso, pode-se afirmar que a metodologia possui uma abordagem mais específica enquanto o PMBOK consegue ser mais amplo.

Definição de Projeto de acordo com o PMBOK

A forma exata de entender o que é o PMBOK é perceber o projeto, em sua gestão, como um empreendimento com tempo definido onde se busca a criação de um produto ou serviço. 

Além disso, considera-se que o escopo e os recursos possuem limite para execução e que não há um projeto igual ao outro. Isso porque cada um tem orientações, expectativas e operações que buscam atender um objetivo específico.

Por exemplo, um projeto arquitetônico de um espaço, em que profissionais de diferentes áreas podem atuar e cada etapa possui ações singulares e pontuais.

Logo, utilizar-se do PMBOK é uma forma eficaz de obter maior eficiência e controle da gestão como um todo.

PMBOK o que é

Aplicações práticas do PMBOK

Independente do nicho, número de pessoas envolvidas, prazos, orçamentos e tamanho do projeto, o PMBOK tem aplicações diversas. Inclusive em projetos que soam menos complexos ou rotineiros, como por exemplo, organização de festas e eventos.

Algumas aplicações práticas do PMBOK são:

  • Construção ou reforma de casas, apartamentos ou prédios;
  • Garantia dos processos construtivos de modo seguro nos canteiros de obras;
  • Gerenciamento de pleitos para justificar alterações no escopo de trabalho, custos e estratégias de execução em um projeto;
  • Desenvolvimento de software, site ou aplicativos;
  • Criação de meio transporte como linha de metrôs ou estradas;
  • Elaboração de campanha de marketing para o lançamento de um produto ou serviço;

Áreas de atuação do PMBOK

Integração, tempo, escopo, custo, qualidade. Todos estes fatores são áreas onde a aplicabilidade do PMBOK pode contribuir para o sucesso do projeto. Confira a seguir como ele atua nos principais índices de performance de gestão.

PMBOK: o que é integração e escopo na gestão de projetos

A integração é o conceito que permite a execução de um projeto a partir de uma visão mais ampla e não em etapas individuais. Por sua vez, o escopo trata de coletar requisitos e organizar as etapas de execução.

Em ambos os casos, saber o que é PMBOK e aplicá-lo, irá permitir um conceito mais assertivo sobre o resultado final e maior clareza sobre o que se deve fazer e quando.

Isso porque será possível respeitar particularidades sem desconsiderar práticas comprovadamente eficazes.

Tempo, custo e qualidade

Estes 3 fatores se relacionam devido à sua natureza de associação. Ou seja, sempre que um deles não é capaz de respeitar o escopo, o outro fica comprometido.

Por exemplo: maior tempo que o planejado irá afetar os custos, assim como maior custo pode indicar uma qualidade superior.

Entretanto, analisá-lo de forma conjunta exige um conhecimento que não reduza os processos a apenas estes fatores. Quanto mais houver uma visão holística sobre eles, maior a chance de atender às expectativas de resultado no projeto.

Recursos humanos e comunicação

Em resumo, os recursos humanos tratam das pessoas que irão participar do projeto e a comunicação cuida de como acontece o repasse de informações.

Ambos precisam estar em harmonia para que não haja nenhum gap de processos, ações ou prazos. Ao saber o que é PMBOK e conseguir utilizar suas orientações, certamente o fluxo operacional será constante e com menor chance de erros.

Para saber mais como resolver problemas de comunicação, confira o vídeo a seguir.

Gerenciamento de riscos e das partes interessadas

Por último, o PMBOK é capaz de facilitar a gestão dos riscos e das expectativas das partes interessadas quanto ao resultado final. Isso porque oferece ferramentas que auxiliam na compreensão e segurança do projeto desde sua execução até o fim de seu ciclo de vida.

Por outro lado, quando o profissional consegue identificar e atender as necessidades do projeto a partir dos interessados, a jornada se torna mais simples e dinâmica.

Aprendeu o que é PMBOK? Conheça a CAE Treinamentos

Agora que você compreendeu melhor o que é o PMBOK e sua importância na gestão de projetos, você precisa conhecer os treinamentos da CAE Treinamentos.

Com expertise de mais de 6 anos de mercado e cerca de 35 mil alunos, a CAE Treinamentos aposta em consultorias e metodologias para capacitar profissionais com as melhores práticas de gestão.

Dessa forma, você conseguirá otimizar custos, aumentar a produtividade e eliminar erros.

Confira os cursos da CAE Treinamentos e faça já sua inscrição!

Para outros conteúdos sobre gerenciamento de projetos e gestão, continue no Blog da CAE Treinamentos.

Autor

Autor de 2 livros publicados: "Lean Six Sigma: O guia básico da metodologia" e "101 Dúvidas sobre Lean Six Sigma". É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Professor de empresas como BRF, Plasútil, Usiminas, Petrocoque, Avon, Mondelli, UNESP, JohnDeere e de mais de 35.000 alunos na comunidade online. Com mais de 26 mil certificados emitidos, é CEO da CAE Treinamentos, uma plataforma focada em melhoria contínua e gestão de processos.