O que é FMEA de projeto: exemplo, planilha e como aplicar?

O FMEA de projeto tem como objetivo identificar, reduzir ou eliminar os riscos de erros e falhas de um projeto durante todas as etapas de sua execução. Neste artigo você vai conhecer exemplos de FMEA de projeto e como aplicar essa de ferramenta de qualidade na empresa.

A gestão da qualidade é, sem dúvida alguma, um dos fatores mais importantes no processo de criação de um produto.

Com um controle adequado torna-se possível garantir a satisfação do cliente, bem como atingir os objetivos pré-estabelecidos.

Sendo assim, ferramentas como a análise de risco FMEA tem sido cada vez mais procuradas.

É fato incontestável que o acompanhamento e identificação de problemas é essencial para a qualidade final do produto. Para entender como a análise de risco FMEA de projetos pode ajudar nessa fase, dentro de sua organização, acompanhe este artigo!

A importância da análise de riscos

Apresentar um produto de qualidade é a maior divulgação que uma organização pode obter.

No entanto, para isso é necessário realizar uma série de atividades, partindo da pré-produção até a entrega final.

Sendo assim, a análise de riscos tem como objetivo identificar problemas antes mesmo que eles aconteçam.

Dessa forma, a economia de tempo e investimento torna-se evidente, bem como um melhor fluxo na produtividade.

Com uma boa aplicação da gestão de riscos, há vários ganhos para a rotina empresarial. Organização e rapidez na linha produtiva são apenas algumas delas, no entanto, vários outros benefícios são notados.

Além disso, também vale ressaltar que a análise de riscos é de fundamental importância na descoberta de soluções. Através dela, as hipóteses são levantadas e passam por uma análise profunda, gerando ainda mais economia orçamentária.

A análise de risco FMEA de projetos

O que é FMEA? É uma sigla em inglês para a expressão Failure Mode and Effect Analysis, em tradução literal, “análise dos modos de falha e os seus efeitos”.

Ou seja, em linhas gerais, a análise de risco FMEA vem para auxiliar a gestão de riscos e trazer passos práticos para essa etapa tão importante.

Existem diferentes tipos de FMEA como FMEA de processos, de serviços e os exemplos de FMEA de projetos, que estamos abordando hoje.

Segundo especialistas da área, a FMEA pode ser aplicada em etapas como:

  • projeção de um produto,
  • desenvolvimento,
  • na análise posterior a sua fabricação.

Ou seja, o passo a passo de como fazer FMEA pode e deve ser implementado na empresa durante todo o tempo, garantindo assim produtos de qualidade e seguros.

Através disso torna-se possível não apenas identificar falhas momentâneas, mas problemas na linha de produção.

Sendo assim, a solução a eles é aplicada de maneira coletiva e não individual, evitando erros futuros.

Se você ainda tem dúvidas como o que é FMEA confira no vídeo abaixo conceitos e dicas valiosas de como fazer FMEA.

Análise de risco FMEA presente em toda a organização

Tratando de gestão de riscos, o primeiro passo a entender é que ela não deve ser realizada apenas pelos líderes da empresa.

Como a grande maioria dos erros e falhas acontecem durante a produção, logo, é através dela que devem ser solucionados.

Ou seja, envolver a equipe no processo de análise de risco FMEA é um dos principais passos para o uso bem-sucedido da ferramenta.

Para isso, é preciso que todos os profissionais envolvidos estejam cientes dos seus papéis e da sua importância na identificação de possíveis falhas.

Dessa forma, torna-se possível que os problemas sejam solucionados antes que causem grandes estragos e maiores prejuízos à organização.

Para que toda a equipe da organização se envolva nos processos é primordial que o líder ou gestor faça uma apresentação esclarecedora do projeto.

Através disso, é possível entender de forma clara os principais objetivos do FMEA para projetos. Sendo assim, a implementação ocorre com apoio de todos os colaboradores e integrantes do time.

A análise de risco FMEA na prática

Para que a gestão de riscos saia do campo teórico e seja colocada em prática, é necessário criar métodos particulares para a organização.

Uma ideia eficiente é a formulação de perguntas, juntamente com a equipe, as quais devem ser respondidas por todos.

Questões como a gravidade do problema identificado e sua frequência sempre se fazem bastante úteis. Para organizar essas informações acesse o artigo, Matriz de probabilidade e impacto: como criar e quais seus benefícios?”,

Depois disso, é preciso sair do campo das suposições e realmente criar soluções para as falhas apresentadas.

O método de “tentativa e erro” deve ser evitado, já que através dele podem ser dispensados muito investimento e tempo.

Sendo assim, a melhor maneira de trazer a análise de risco FMEA para a prática é buscar por meio dela não apenas as falhas, mas as melhores soluções. Desse modo, a identificação torna-se ainda mais abrangente e eficaz.

Planilhas e exemplos de FMEA de projetos

As planilhas são mais um exemplo de como trazer a análise de risco FMEA de projetos para a prática.

Através delas torna-se possível visualizar de maneira clara, rápida e concisa as informações e problemas identificados.

Uma boa ideia é separá-las em categorias e subcategorias, exemplificando:

  • a falha,
  • sua gravidade,
  • possíveis consequências ao cliente.

Dessa forma, também se facilita a resolução do problema, já que é possível colocar lado a lado todas as sugestões da equipe.

Criar a planilha juntamente com a equipe também é uma maneira de envolver todos no processo. Com isso, todos tornam-se ainda mais cientes das falhas e se engajam em suas resoluções.

Como a análise de risco FMEA pode evitar grandes prejuízos?

Tratar sobre a gestão de riscos vai muito além de prevenir um cliente insatisfeito ou um produto sem qualidade.

Falhas na segurança dos colaboradores e no armazenamento dos materiais podem causar danos financeiros e físicos incalculáveis.

Leia também: O método FMEA e a Segurança no Trabalho

Sabendo disso, aplicar a análise de risco nos exemplos de FMEA de projetos pode ser a chave para o bem-estar dos colaboradores da organização e do sucesso da empresa.

O que durante a linha de produção é uma simples falha, sem identificação prévia e solução pode se tornar um erro drástico.

Como colocar o FMEA de projetos em prática?

A forma mais rápida de dominar todas as técnicas, conhecer as planilhas e conceitos sobre FMEA é a partir da realização de um Curso Online Completo de FMEA.

Nele você vai aprender todos os conceitos relacionados ao desenvolvimento das planilhas do FMEA e o passo a passo de como fazer FMEA.

Agora, se você está em busca de um resumão de FMEA, o vídeo abaixo é perfeito para você.

Quer começar uma capacitação para se aprofundar em qualidade e outras ferramentas? Faça sua inscrição na Certificação White Belt Lean Six Sigma Online. Aproveite que a inscrição é GRATUITA!

Conheça os cursos presenciais e à distância da CAE Treinamentos. Oferecemos cursos de gestão e melhoria de processos desde o nível básico ao avançado.

Com mais de 8.500 alunos EAD e mais de 30 turmas presenciais, você terá acesso a cursos de qualificação e treinamento em gestão e processos que se encaixam à sua realidade. Conheça nossos cursos e saiba como podemos ajudar você a conquistar uma posição de destaque no mercado.

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário