5 dicas de liderança no trabalho + pontos fortes do líder

Atenção líderes de primeira viagem: separamos dicas de liderança no trabalho fundamentais para quem está começando essa jornada. Diferente do que muitos imaginam, liderança não é algo natural que nasce com alguém como um dom…

Apesar de algumas pessoas já demonstrarem aptidões para o papel de liderança nas organizações desde muito cedo, elas por si só não fazem um líder. 

Assim, a capacitação é o único caminho para o desenvolvimento de uma verdadeira liderança. Inclusive, quando falamos em liderança no trabalho, a primeira figura que nos vêm à mente é a do chefe.

O estudo é importante também para sair do senso comum. Diferente do que possa parecer, liderança e chefia não são a mesma coisa. Inclusive, um líder pode ser um chefe, mas um chefe não é capaz de ser um líder. 

Como assim?! Calma, isso pode parecer confuso, mas estamos aqui para te ajudar! Com essa e outras dicas valiosas que todo bom líder deve ter na ponta do lápis.

Aprender a diferença entre chefe e líder é nossa primeira dica. Já que entender a essência do que é ser um líder é o primeiro passo para se tornar um bom líder. 

Assim como compreender porque alguém que é líder pode ser um chefe, mas não o contrário, como falamos no último parágrafo. 

Vamos às dicas de liderança no trabalho?

5 dicas de liderança no trabalho

1. Entenda a diferença entre um chefe e um líder

A primeira das dicas de liderança no trabalho é entender as diferentes posturas que um profissional pode assumir.

Quando pensamos no estereótipo do chefe talvez uma das primeiras características que venham a mente seja o autoritarismo

Se o chefe fosse um regime político ele seria uma autocracia, um rei absoluto que não pode ser questionado. 

Por outro lado, um líder seria a democracia. Assim, ele direciona sua equipe, dando coordenadas e apresentando caminhos e soluções. 

Dessa forma, tendo seus comandos seguidos não pelo medo como o chefe, mas porque ele é respeitado por sua equipe.

Um líder inspira aqueles que ele lidera a cooperarem com ele e juntos crescerem como um time. Enquanto o chefe pode até mesmo ser sabotado pela própria equipe, que além de não se sentir motivada e inspirada, ainda tende a contrariar suas imposições.

Da mesma forma, um chefe repreende seus funcionários e cobra resultados sem apresentar caminhos para solucionar um problema, por exemplo. Diferente do líder que conhece sua equipe e a direciona quando algo não vai bem.

Por fim, um líder reconhece os esforços tanto individuais quanto os da equipe. Diferente do chefe que se apropria dos resultados positivos e terceiriza a culpa, caso algo não saia como o planejado.

Tendo em vista essas características, entendemos que alguém que é líder pode vir a ocupar um cargo de chefia. Contudo, quem tem a mentalidade de um chefe não conseguirá se tornar uma liderança.

2. Autoconhecimento é tudo

Segundo uma pesquisa científica com os dados internos de seus colaboradores, a Google descobriu que a principal causa que levou seus funcionários a se demitirem era um mau chefe

Os dados foram estudados pelo Oxygen Project. Assim, as pessoas tendem a se demitir de um chefe e não de suas funções. 

Por isso, um bom líder garante não só resultados, mas também que bons funcionários permaneçam na empresa

Pensando nisso, é muito comum que as pessoas perguntem quais as principais características de um bom líder. 

Contudo, não existe uma fórmula mágica ou receita de bolo para ter o perfil de um bom líder. Cada pessoa tem seu jeito particular de liderar. 

Leia também >>> Tipos de liderança: veja quais são as 3 principais formas e qual é a melhor.

Assim como explicamos no início do texto, não se nasce líder, mas se forma um líder, através de estudo e capacitação

É através do estudo também que o aspirante a líder irá aprender que se conhecer é tão importante quanto conhecer os princípios teóricos de liderança no trabalho. 

Você já ouviu o aforismo grego: “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo”? 

Como uma das dicas de liderança no trabalho, podemos dizer:

Conhece-te a ti mesmo e conhecerás também a tua equipe”. 

Dois pontos essenciais para alcançar resultados.

3. Descubra quem é quem na sua equipe

Segundo o professor Dr. Antonio Carlos Giuliani, Diretor Executivo na Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba (FUMEPO), “o funcionário dos sonhos de qualquer empresa é aquele que é motivado e competente”. 

Assim, independentemente do estilo de liderança que você tenha, conseguir manter sua equipe motivada é fundamental. Mas nem só de entusiasmo se faz um bom time.

Identificar os pontos que precisam ser aperfeiçoados individualmente e também na equipe como um todo é papel de um líder

Então, outra dica de liderança valiosa é reconhecer aqueles que estão motivados e capacitados para garantir que sua equipe não perca os melhores funcionários.

4. Foque no trabalho em equipe

Conhecendo o perfil do seu time, outra dica de liderança é aproveitar as habilidades de cada funcionário para criar equipes diversas.

Coloque os que precisam aprender mais sobre um conceito ou processo com outro membro que já tem experiência nesse tipo de trabalho.

Integre o máximo possível o time para que os membros nunca se vejam como peças separadas, mas sim como uma equipe.

Esse hábito também vai ensinar os colaboradores a trabalharem suas capacidades de liderança, ensinando e aprendendo constantemente. 

5. Tenha uma boa comunicação com a equipe

Lembra do ditado “o combinado não sai caro”? Ele é muito útil na rotina empresarial, pois se o time sabe o que fazer não vai confundir suas tarefas.

Então, a dica de liderança aqui é ter canais de comunicação interna sólidos que facilitem a troca de ideias e também tirar dúvidas.

Ferramentas de chat interno, reuniões periódicas com o grupo são exemplos simples de maneiras de alinhar o trabalho desenvolvido. 

Os funcionários precisam se sentir à vontade para se comunicar com o seu líder. Então, forneça os meios para isso.

Veja mais dicas de liderança no trabalho:

Fonte: Sesi.

Pontos fracos x Pontos fortes de um líder

Um funcionário consciente dos pontos fortes de um líder e também dos pontos fracos é capaz de trabalhar suas limitações

Assim, se torna consciente de que também é passível de erros, saindo do pedestal do chefe como vimos nos tópicos das dicas de liderança acima. 

Da mesma forma, esse líder também poderá guiar sua equipe rumo ao aperfeiçoamento.

Para isso, o líder pode fazer uso dos testes de perfis de liderança que são de grande ajuda no ramo do autoconhecimento. 

Também são importantes para identificar as necessidades, pontos fortes e fracos de cada um dos membros de sua equipe.  

O que nos leva ao próximo tópico das nossas dicas de liderança no trabalho: as quatro categorias de funcionários que compõem qualquer equipe.

Arquétipos de funcionários em equipes de trabalho

Para melhor explicar esses pontos Giuliani esquematizou quatro arquétipos de funcionários:

  1. Motivado e incompetente → Neste caso, o líder deve identificar o déficit e capacitar este funcionário para elevar o nível da equipe. Reconhecendo também o empenho, mesmo que sem fundamentação daquela pessoa.
  2. Desmotivado e competente → Perceber quando aquela estrela do time não está mais com o comprometimento em dia é também papel do líder. Além, claro, de conseguir reacender a chama da motivação da melhor forma possível, de acordo com o perfil do funcionário, já que cada indivíduo se mantém inspirado por fatores diferentes. 
  3. Desmotivado e incompetente → Como em uma macieira, as maçãs podres colocam em risco os demais frutos. Assim, identificar aquele que além de não ter capacitação e ainda está desmotivado é essencial. Neste caso, o líder deve conseguir também priorizar o bem da equipe e descartar a maçã podre de sua árvore.
  4. Motivado e competente → Se engana quem acha que aquele funcionário dos sonhos não precisa de cuidado. Este, sendo uma jóia preciosa, deve ter seu valor reconhecido para que sua motivação e qualidade do trabalho não sejam prejudicadas. Isso pode ser feito com uma bonificação salarial ou um reconhecimento de suas competências, por exemplo. Garantindo também que ele não seja recrutado pela concorrência que certamente saberá apresentar o reconhecimento que faltou.

Entenda melhor sobre esses perfis no vídeo abaixo do professor e palestrante André Ortiz

Gostou de aprender novas dicas de liderança?

Liderar uma equipe é um desafio profissional importante que marca uma fase importante da carreira. Estar preparado para essa função como vimos é essencial.

Para evoluir na carreira pensar nos seus objetivos profissionais é essencial. Ouça o episódio #009 do nosso podcast Business Break e aprenda ‘Como fazer um planejamento pessoal e profissional?’:

E que tal aprofundar seus conhecimentos e aprender a trabalhar sem desperdícios e com mais flexibilidade, qualidade e segurança? 

Inscreva-se no curso online Lean Manufacturing Basic e comece a estudar de forma gratuita!

Autor

Jornalista formada pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) com vasta experiência em redação e comunicação para a internet.

Escreva um Comentário