O que é lean thinking? Conheça os 5 princípios fundamentais

Sem tempo para ler? Ouça o episódio #022 do nosso podcast Business Break: ‘Por que estudar Lean? 4 motivos essenciais’:

O lean thinking é um método focado na gestão com técnicas que valorizam o produto que chega ao cliente, evitando a diminuição do desperdício e do custo de produção em uma empresa.

Só quem está dentro de uma empresa e conhece o cotidiano de uma linha de produção sabe o quanto de desperdício pode ocorrer durante o dia a dia de uma companhia. 

A falta de planejamento dos gestores e o mau treinamento dos colaboradores muitas vezes implicam em altos prejuízos de tempo e investimento

Sendo assim, conhecer o que é lean thinking é fundamental para o aumento da produtividade.

Afinal, essa ferramenta tem se tornado bastante conhecida dentro do mercado empresarial. Através dela é possível diminuir os desperdícios, além de criar uma produção mais harmônica.

Sabendo disso, separamos aqui tudo sobre o que é lean thinking e demais informações que você precisa conhecer sobre essa técnica. Confira abaixo!

O que é lean thinking?

O lean thinking tem se popularizado nos últimos tempos por seus excelentes resultados dentro da gestão da qualidade

Ou seja, as técnicas implementadas por meio desta metodologia ajudam muito quem deseja ter um maior controle da qualidade do produto que está sendo entregue para o cliente final.

Para explicar o que é lean thinking, é necessário entender o objetivo da ferramenta. Trata-se, em linhas gerais, de valorizar o valor do produto ao cliente através da diminuição do desperdício na empresa.

Ou seja, através da técnica pode-se gerar mais valor ao cliente diminuindo o custo da organização durante a produção.

Quando você realmente entende o que é lean thinking, percebe que as principais funções dessa técnica não estão na linha de produção e sim na gestão

Afinal, o objetivo dela é pensar em novas técnicas e implementação de meios tecnológicos para aplicação da ferramenta.

Segundo pesquisas em empresas paranaenses, a metodologia lean aumentou em cerca de 63% a produção nas organizações do estado.

Os 5 princípios do lean thinking

Os princípios do lean thinking passam por cinco pontos:

1. O que é valor para o cliente

Como um dos pontos centrais do lean thinking é gerar valor para o cliente, é fundamental saber o que o cliente considera um valor em relação ao seu produto ou serviço.

Para que a metodologia ajude a alcançar os resultados esperados, é importante avaliar o que o cliente já demonstrou que valoriza sobre o produto que chega até ele.

2. Mapeamento do fluxo de valor

Identificado o valor, outro princípio importante do lean thinking é mapear o fluxo de valor, ou seja, identificar as etapas da produção ou de execução do serviço que estabelecem esse valor. 

Com esse mapeamento, é possível identificar também o que não é essencial (desperdícios) que podem ser eliminados para que o foco seja o que realmente gera valor.

3. Criação de um fluxo contínuo

Agora que você sabe o que é valor e as etapas da produção que o valorizam, esses processos devem criar um fluxo contínuo com processos para produzir com mais eficiência e sem pausas.

Crie um novo fluxograma de processos e adapte o espaço de trabalho para que ele funcione de forma otimizada.

4. Geração do fluxo de valor pelo cliente (Produção puxada)

A produção puxada está diretamente relacionada ao conceito de Just in Time, em que o objetivo é armazenar o mínimo de produção em estoque. 

Dessa forma, a produção é vendida com agilidade, finalizando o ciclo de produção sem precisar de ações para queima de estoque excedente.

5. Busca pela perfeição  

A busca pela perfeição é um movimento extático. Uma empresa busca melhorar de forma contínua seus processos, aparando arestas na produção conforme o tempo passa. Para apoiar essa fase é usada método Kaizen

Princípios do lean thinking | Fonte: Fellipelli.

Benefícios do método lean thinking

Depois de saber o que é lean thinking, não fica difícil perceber o quanto aderir a esse método pode ser vantajoso para a sua empresa. Afinal, a economia de tempo e dinheiro sempre faz grande diferença nos balanços mensais.

Esse, por sinal, é um dos maiores benefícios que a metodologia lean thinking tem a oferecer. Através dela é possível economizar muito, pois o desperdício da matéria-prima é evitado. 

Por isso, os processos se tornam mais otimizados e fica muito mais simples produzir mais utilizando menos.

Além disso, evitar o desperdício de tempo também é uma grande vantagem. Visto que, as horas diárias pagas aos colaboradores passam a valer muito mais, bem como os treinamentos aplicados.

Outra vantagem de entender o que é lean thinking e aplicá-lo na sua empresa é ter uma maior satisfação dos clientes. Afinal, toda a ferramenta é pensada com o objetivo de atingir a satisfação total dos consumidores

Dessa forma, os processos são modificados de acordo com as prioridades do que deve ser oferecido.

Leia também: 8 desperdícios do Lean Manufacturing que você deve evitar.

Diferenças entre lean thinking e lean manufacturing

Depois de conhecer o que é lean thinking, consequentemente, entende-se também o que é o lean manufacturing. Pois, ambas as ferramentas possuem os mesmos conceitos relacionados ao não desperdício e satisfação total do cliente.

Foi através do livro “Lean Thinking”, em tradução literal, “Pensamento Enxuto”, publicado por James Womack e Daniel Jones, que os pilares do lean manufacturing foram divulgados.

Capa do livro ‘Lean Thinking’ | Fonte: Amazon.

Entre eles, podemos destacar alguns como o mapeamento do fluxo de valor e o estabelecimento de produção puxada.

A ideia do lean thinking está diretamente ligada a metodologia Lean Manufacturing por um motivo bem simples: ambas priorizam a satisfação completa do cliente através da melhora na produção.

Para isso, é adotado o método onde o cliente “puxa a produção”, ou seja, quando o lean não é adotado, a produção é criada e depois oferecida ao cliente. 

Nesses casos, é utilizada a persuasão para fazer com que aquele produto já criado seja vendido.

No lean, no entanto, quem inicia a produção é o próprio cliente. Sendo assim, através da demanda solicitada por ele é que o produto é desenvolvido. 

Dessa forma, ele sai com a forma exata, onde a chance de atingir a perfeição e a satisfação total do comprador é muito maior.

Quando se aplica a metodologia Lean. Fonte: MJV Innovation.

Como aplicar lean thinking nos negócios

Depois de conhecer quais são as vantagens do lean thinking, com toda a certeza você já deve estar pensando em trazê-lo para dentro de sua organização. Visto que, os resultados obtidos através desse método já revolucionaram diversas empresas e o modo como elas trabalham.

A grande notícia, nesse caso, é que o lean thinking pode ser adotado em qualquer organização que faça a elaboração de um produto

Desde fábricas de móveis, até eletrônicos e peças automotivas. O que vale é a compreensão do sistema como um todo e a implementação prática dos processos.

Para adotar o uso dessa ferramenta no dia a dia o primeiro passo é reunir a equipe de gestão. Quando todos tiverem conhecimento da ferramenta, conseguirão compreender também a importância de trabalhar dentro desse projeto.

Depois, é necessário ter uma visão geral de todos os setores da empresa e por onde o produto passa até chegar ao cliente. Com isso, fica fácil melhorar todas as etapas e torná-las parte de toda a metodologia.

Para a implementação prática, independentemente do tipo de negócio, a melhor solução é envolver todos os colaboradores, inclusive os da linha. 

Afinal, são eles os principais responsáveis pela criação do produto. Sendo assim, as ideias para implementação de melhorias e otimização de processos sugeridas por eles também são muito úteis.

Aprenda mais sobre lean thinking

Aplicar a metodologia lean thinking dentro de uma empresa costuma ser sinônimo de muito sucesso. 

Sendo assim, conheça nosso curso ‘Lean Manufacturing Specialist’ e aprenda tudo sobre essa ferramenta que pode criar uma verdadeira revolução no seu método de trabalho!

Está começando a se aprofundar na metodologia e quer começar do básico? Aproveite que o curso ‘Lean Manufacturing Basic’ é gratuito e faça seu treinamento sem pagar nada!

Assista outro episódio do nosso podcast Business Break e entenda: ‘Como aumentar seus lucros? 5 princípios que podem lhe ajudar!:

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário