É possível aplicar LSS em qualquer empresa?

“É possível aplicar LSS em qualquer empresa?” Muitos gestores fazem esse tipo de questionamento, mesmo sabendo da qualidade que a implantação da ferramenta Lean Six Sigma causaria em suas empresas.

Afinal de contas o LSS nada mais é do que um método que garante resultados de excelência na gestão, reduzindo desperdícios e tornando os processos de produção mais homogêneos. Confira mais informações sobre esse tema lendo o artigo: Afinal, o que é Lean Seis Sigma e como ela funciona?.

No entanto, o problema que venho a destacar aqui não é sobre o que fazer, mas sim sobre como e se é possível aplicar LSS em qualquer empresa na prática. Caso já tenha feito essas perguntas, saiba que este artigo foi desenvolvido para você. 

Dessa forma, neste texto, abordaremos mais sobre os princípios do Lean Six Sigma e como aplicá-los de modo prático para que não tenha mais prejuízos no processo de produção e que satisfaça cada vez mais o seu cliente. Quer saber muito sobre isso? Então venha com a gente!

Princípios do Lean Six Sigma

Para saber se é possível aplicar LSS em qualquer empresa, em primeiro lugar, você precisa se atentar a princípios que as duas metodologias, tanto a Lean quanto a Six Sigma, em conjunto trarão para melhorar de modo significativo os processos internos para o desenvolvimento de um produto ou para uma melhor promoção de serviço.

Desse modo, separamos de modo resumido os princípios de cada metodologia, com o objetivo que fique mais claro para você como cada uma funcionará no seu negócio. Assim, você verá como Lean e Six Sigma se complementam entre si. Mas, veja primeiro os 5 princípios do Lean

  • Valor: O cliente define o valor do produto final, portanto a credibilidade que a marca quer atingir é muito importante para a escolha final do consumidor;
  • Fluxo de Valor: É a estratégia traçada para determinar o primeiro princípio, isto é, mapear etapas importantes para agregação de valores ao produto final, antes deste ser vendido. 
  • Fluxo Contínuo: O terceiro passo se pauta pela redução dos desperdícios e das etapas para a construção do produto final. 
  • Produção Puxada: Este passo é determinado pela demanda dos clientes na produção do produto, isto é, sua empresa não produzirá nem mais, nem menos do que o estabelecido pela demanda
  • Perfeição: Este passo se trata de atingir o estágio final de excelência dos seus produtos. Porém, para se chegar a isso, é preciso que cumpra muito bem os passos anteriores e que a vigilância esteja constante para que o método Lean cumpra com o objetivo de reduzir os desperdícios e custos desnecessários à companhia;

Os princípios básicos do Six Sigma

Os princípios básicos do Six Sigma se inspiram na metodologia conhecida como Plan-Do-Check-Act, que é nada mais do que uma filosofia adotada pelas empresas para a melhoria contínua dos processos de produção e dos desenvolvimentos de serviços.

Para se alinhar mais precisamente ao que o Six Sigma quer implementar, o PDCA se divide em dois métodos que são o DMAIC e o DMADV, que são eficientes para a organização das metas que sua empresa quer alcançar e para a eliminação de etapas que acabam reduzindo de vez os seus rendimentos. 

Se quiser saber mais sobre eles, clique nos links destacados para mais detalhes. Também você pode ver mais sobre eles no nosso canal do Youtube. Aproveite e se inscreva por lá para receber mais dos nossos conteúdos. 

Como você já deve ter reparado na última seção, o LSS é majoritariamente mais aplicado na manufatura

Isso é fácil de responder, pois com o objetivo de aumentar a produção e os lucros, os princípios foram desenvolvidos e criados em setores industriais famosos como os da Motorola, onde foi criado o Six Sigma, por Bill Smith, na década de 1980, e os da Toyota, onde o Lean manufacturing foi implantado. 

Por esse motivo, muitos dos gestores não sabem se é possível aplicar LSS em qualquer empresa, uma vez que, como os princípios foram desenvolvidos em meio à lógica industrial, há muito preconceito ou má utilização destes na aplicação do LSS pelos gestores no desenvolvimento dos seus negócios.

Apesar disso, a aplicação do LSS tem sido cada vez mais abrangente em outros nichos como os de TI, os administrativos com o Lean Office e até mesmo os da saúde com o Lean Healthcare. 

Isso claramente mostra que os princípios são adaptáveis para diferentes modelos de negócio e que podem garantir uma melhor satisfação dos seus clientes, tendo sua empresa grande lucratividade. 

Ademais, para garantir melhor que a prática do LSS seja mais bem desenvolvida, você pode incluir ferramentas que podem ser de grande valia para avaliar de maneira mais qualificada o processo de produção. Você pode saber mais sobre elas num texto publicado neste link, ferramentas principais como: 

  • O uso dos 5 porquês;
  • Diagrama de pareto;
  • FMEA;
  • Kaizen;
  • O Sistema S5;
  • Análise de regressão
  • Poka-yoke

É possível aplicar LSS em uma pequena empresa?

O LSS é amplamente utilizado em empresas de grande porte, cujos processos de produção são mais complexos e sistematizados. Portanto, elas demandariam mais dessa metodologia para que as próprias companhias tenham maior redução de desperdícios durante o processo, garantindo maiores lucros.

Mas, quando se trata de empresas pequenas, a aplicação do LSS não é tão simples assim. Isso, porque nelas não há um grande mapeamento dos processos de produção ou um sequenciamento de ações que definem um produto

Não que isso seja feito de maneira aleatória, mas o que realmente acontece é que há um grande pivotamento nos processos, o que faz com que eles sejam alternados repentinamente. Isso se pode ver nas startups, por exemplo.

No entanto, não é porque os processos dessas empresas de pequeno porte são menos sistematizados, que os seus gestores não farão uso das técnicas de Lean Six Sigma. Muito pelo contrário!

Isso, porque, mesmo que não seja possível aplicar todos princípios do DMAIC, os gestores dessas empresas poderão aplicar intuitivamente a filosofia do LSS de acordo com a realidade delas para melhor organização dos seus processos. Afinal, é muito mais fácil crescer organizado, do que o contrário, não é mesmo?

Dessa forma, a nossa recomendação é que não abandone a filosofia LSS para a melhoria constante dos processos de sua empresa, mesmo que ela seja de pequeno porte, pois essa metodologia será vital para o seu crescimento e desenvolvimento no exigente mercado atual. 

Casos de Lean Six Sigma numa empresa

Para entender melhor como é possível aplicar LSS em qualquer empresa, veja como essa metodologia pode ser instaurada em diferentes áreas dela, como no RH e no setor de vendas.

No RH

O LSS pode ser extremamente vital para o RH, porque será através daquele que o setor utilizará dados estatísticos para a montagem dos planos de ação. O que pode ser extremamente útil para as reduções de turnover e absenteísmo

Além disso, essa metodologia pode ser importante para uma seleção de novos colaboradores mais eficiente, com processos mais curtos. Outro ponto é que o LSS pode ser positivo na performance dos colaboradores. No RH, isso pode ser aplicado através de cinco pilares importantes para uma melhor organização, os quais são:

  • Converse: Para entender os problemas reais do seu cliente e produza algo que supra suas necessidades;
  • Experimente: Testar sem medo o produto que você está criando e perceba se este está alinhado com os valores do seu cliente;
  • Descentralize: Dê mais autonomia do processo ao gestor;
  • Personalize: Humanize mais os processos, gestão de pessoas não é o mesmo que lidar com peças. Atente-se a cada necessidade dos colaboradores;
  • Questione-se: Esteja aberto a perguntas, pois as verdades não são absolutas no processo;

Você pode entender melhor isso através deste vídeo a seguir.

No setor de Vendas

A aplicação do LSS no setor de vendas será importantíssima para descobrir o que está de fato enterrando as chances de sua empresa vender mais. Isso, porque o foco da metodologia será em como criar maior conexão do produto com os seus clientes, já que estes serão os que vão aprovar ou não o seu produto final.

Imagine que você tenha uma equipe de vendas cujos vendedores trabalham com um método próprio para vender o seu produto. No entanto, o rendimento delas está sendo muito aquém para os objetivos pelos quais sua empresa quer alcançar. 

Nesse caso, o que você deve fazer como gestor é observar e avaliar a sua equipe durante o processo de vendas. Perceba quais as dificuldades que sua equipe vem enfrentando para vender e veja o que pode ser melhorado.

 Após isso, aplique o método DMAIC, pois será extremamente importante para traçar os objetivos e metas que sua equipe terá que fazer para atrair os possíveis clientes que geralmente ela tem dificuldade em converter para a sua empresa.Bom, ficou mais interessado na aplicação de LSS para o seu negócio? Então fique atento aos nossos textos no blog da CAE, pois toda semana iremos lançar artigos que irão ajudar sua empresa a, cada vez mais, se destacar no mercado. Não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até!

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário