O que é Just in Time? Entenda como funciona e as vantagens

Você sabe o que é Just in Time e conhece as características e objetivos dessa metodologia?

Trata-se de um sistema utilizado para administrar produções no qual os materiais ou produtos são desenvolvidos ou adquiridos somente conforme a demanda exige.

Essa é uma abordagem de gerenciamento de inventário muito popular desde o início do século. 

Ficou curioso e quer saber o que é Just in Time e como ele funciona na prática? Continue a leitura e descubra as características, objetivos e muito mais. Confira!

O que é e como funciona o Just in Time (JIT)?

Just in Time (em português, “na hora certa”) é um método de produção enxuta em que a empresa fabrica os produtos de acordo com a demanda exata de quantidade que ela recebe, sem foco em produção de estoque e priorizando a entrega rápida ao cliente.

Esse sistema de produção surgiu no Japão por volta da década de 1950. Os pesquisadores apontam que a Toyota foi a grande responsável pela criação do modelo.

Nessa época, a empresa buscava a implementação de um sistema de gestão que pudesse coordenar a produção de acordo com a demanda específica de diferentes modelos de carros, de modo que as entregas não fossem atrasadas.

A Toyota percebeu que a metodologia seria bem-sucedida apenas se cada indivíduo dentro da empresa estivesse completamente imerso e comprometido com o processo.

Além disso, as plantas e processos também deveriam ser organizados para que a empresa alcançasse o máximo de produção e de eficiência.

E observe: os programas de qualidade e produção deveriam ser agendados para atender exatamente às demandas existentes.

Você percebeu a relação entre o que é Just in Time e a explicação da metodologia?

Só este plano já era desafiador por si só. Então, aconteceu a Segunda Guerra Mundial que fez com que a empresa passasse a fabricar mais veículos, mas sem tanta variedade de modelos de automóveis como era produzido anteriormente.

Por isso, era essencial trabalhar de forma flexível, buscando fabricar lotes reduzidos, mas que tivessem a mesma qualidade oferecida pelas grandes empresas norte-americanas.

Quais são as características do Just in Time?

A ideia de produzir somente o que o mercado exigia no momento passou a ser aplicada por diversos fabricantes ao redor do mundo.

A metodologia JIT da Toyota foi tão eficiente que quase 20 anos depois, o Japão já produzia veículos tão competitivos quanto aqueles produzidos pelas grandes empresas automobilísticas.

Já deu para ter uma ideia de como o conceito Just in Time vai muito além do que uma simples maneira de realizar a gestão da produção.

Trata-se, na verdade, de uma filosofia que envolve a gestão de material, de qualidade, de organização e, claro, do trabalho.

Ainda, é importante destacar também a influência da cultura japonesa no sucesso do método. É comum que os trabalhadores japoneses tenham motivação para procurar melhorar constantemente o que já existe. 

Também é parte da cultura laboral do país que os profissionais permaneçam com a mesma empresa durante toda a carreira.

Leia também: Projeto de melhoria contínua: passo a passo para fazer na sua empresa.

Quais são as vantagens e desvantagens do JIT?

empresas-que-usam-just-in-time

Vantagens para as empresas que usam o Just in Time

As vantagens para gestão de empresas que seguem o que é Just in Time podem ser vistas em aspectos variados.

Por exemplo: ao se considerar os custos dos equipamentos, os materiais e a mão de obra dos colaboradores, o método busca reduzi-los ao máximo, mantendo apenas o que é realmente necessário.

O planejamento e a responsabilidade daqueles encarregados da produção pela melhoria do processo produtivo contribuem para reduzir os desperdícios.

O Just in Time ainda evita que os defeitos se arrastem por todo o processo produtivo, uma vez que o único nível aceitável de defeitos é o zero.

Isso motiva os colaboradores a procurarem qual é a causa dos problemas e possíveis soluções que possam eliminá-las.

Vale também destacar o aspecto flexível do sistema, uma vez que a redução do tempo envolvido no processo e a flexibilidade dos colaboradores permite que o sistema produtivo seja mais maleável em relação às variações dos produtos.

Entretanto, o método exige que a procura dos produtos seja estável a curto prazo para que seja possível equilibrar os recursos e materiais adequadamente.

Desvantagens da metodologia Just in time

É importante lembrar também que os objetivos do que é Just in Time funcionam bem nas empresas que trabalham com poucos fornecedores que já possuem estabilidade no fornecimento dos materiais.

A luz amarela de alerta deve se acender também se a empresa não tiver bons hábitos de planejamento.

Por exemplo, durante períodos sazonais ou de eventos ocasionais, as mercadorias precisam de estoques mais altos devido à demanda.

Por isso, é essencial ter um planejamento preciso do nível de estoque. Assim, é possível garantir que o fornecimento será realizado sempre de acordo com a realidade da empresa, não importa a época do ano.

Diferenças entre Just in Time e Kanban

Aliás, pode ser que você tenha notado alguma semelhança entre o que é Just in Time e Kanban. Será que essas metodologias são a mesma coisa? A resposta é NÃO.

O Kanban é uma ferramenta de trabalho aplicada para o controle da produção por meio de cartões coloridos. Já o Just in Time vai além e inclui conceitos de administração da:

  • produtividade;
  • gestão de materiais;
  • gestão de qualidade;
  • recursos humanos.

O que pode acontecer para deixar tudo mais eficiente na rotina da empresa é trabalhar com estes dois conceitos de forma complementar.

Você se identificou com a metodologia e quer saber mais sobre ela? Então, ouça o episódio “#006 – Por que Just in Time? E Kanban?” do Business Break, nossa série de podcasts.

Aprenda outras metodologias de qualidade

Just in Time é apenas a pontinha do iceberg quando se trata de ferramenta de aprimoramento da qualidade e melhoria contínua de processos

Na CAE, temos cursos completos de Six Sigma, Lean Manufacturing, 5S – Auditoria e implantação e muito mais. Confira também a lista completas de cursos 100% online e matricule-se!

Não se esqueça também de curtir nossa página do Facebook, se inscrever no nosso canal do Youtube e, claro, acompanhar todas as novidades no nosso blog

Quer aprofundar nas leituras sobre esse tema? Sugerimos os seguintes artigos:

Autor

Jornalista e social media formada pela Unesp.

Escreva um Comentário