WCM: o que é, pilares, como aplicar e principais ferramentas

Você sabe o que é WCM? Talvez já tenha ouvido as referências à metodologia pelo termo completo World Class Manufacturing?

Quando se trata de melhoria contínua, gestão de recursos sem desperdícios e com menor custo, o Sistema Toyota de Produção, que originou o Lean Manufacturing, vem à mente primeiro.

Porém, os métodos de gerenciamento de produção foram se aperfeiçoando e adaptando suas características aos diferentes locais do mundo em que as fábricas eram localizadas.

Com a metodologia WCM foi assim, mesmo tendo se inspirado no sistema Lean, alguns pontos foram adaptados para atender a demanda das fábricas da parte ocidental do mundo que era resultado imediato.

wcm-o-que-e

Para entender melhor o que é WCM e como surgiu, vamos explicar neste artigo os seguintes tópicos:

Continue e boa leitura!

O que é WCM?

WCM ou World Class Manufacturing (Produção de Classe Mundial) é uma metodologia de gestão que foca na melhoria de processos, redução de custos e na otimização das tarefas de produção com o objetivo de chegar ao desperdício zero.

Pela definição de WCM dá para perceber a relação com o Sistema Toyota, uma metodologia oriental (criada no Japão pós-Segunda Guerra Mundial) que também é pautada pela melhoria contínua dos processos.

O World Class Manufacturing (WCM) é dividido em dois pilares e cada um possui 10 pontos centrais.

Além disso, as empresas que implementam o WCM podem ser avaliadas e categorizadas em três níveis de acordo com os seus resultados.

Entender o WCM possibilita às indústrias alcançarem resultados mais consistentes e criarem uma sistema de operação duradouro que vai sendo aprimorado de acordo com a evolução das ferramentas e do próprio mercado.  

Quais são os pilares do WCM?

Os pilares do WCM são divididos em dois grupos: técnico e gerencial. Esse conjunto de fatores auxilia tanto a entender melhor os propósitos da metodologia quanto a sua implementação. 

O objetivo é atingir a eficiência máxima do processo produtivo. Confira quais são os pilares de cada grupo:

Pilares técnicos de WCM

  • Segurança; 
  • Custos de implantação;
  • Foco em melhoria contínua;
  • Atividades de manutenção autônomas; 
  • Manutenção profissional;
  • Controle de qualidade;
  • Logística e atendimento ao cliente;
  • Gestão preventiva dos equipamentos;
  • Desenvolvimento e treinamento das equipes;
  • Meio ambiente e energia (preservação, normas, leis, etc.).

Pilares gerenciais de WCM

  • Envolvimento da Direção;
  • Clareza de objetivos;
  • Mapeamento das etapas para o WCM;
  • Transferência de profissionais qualificados para a área modelo; 
  • Envolvimento de toda a organização;
  • Concentração das competência no melhoramento da empresa;
  • Tempo e orçamento;
  • Nível de expansão; 
  • Nível de detalhes;
  • Motivação da equipe.

Como implementar o World Class Manufacturing nas organizações?

Depois de conhecer os dois grupos de pilares, a pergunta mais comum é: como implementar o World Class Manufacturing, não é mesmo?

Devido a complexidade e a quantidade de detalhes que orientam a execução da metodologia, a implantação do WCM sempre começa em um setor específico.

Geralmente, escolhe-se uma área mais problemática da empresa que é prioridade sobre as outras para passar por melhorias. Assim, é feito um planejamento que vai organizar o passo a passo do WCM.

O objetivo é zerar ou reduzir ao máximo possíveis falhas, perdas, desperdícios, defeitos, resíduos, entre outros resultados negativos do processo produtivo.

Um dos motivos de começar em um setor e depois expandir é que isso permite que os gestores controlem com mais precisão o passo a passo e os resultados alcançados.

Para orientar o trabalho da equipe é recomendado focar em três aspectos inicialmente:

  • identificar e eliminar os desperdícios do sistema de produção;
  • investir em treinamento para capacitar os membros da equipe a executar melhorias;
  • implementar ferramentas que auxiliem na execução das tarefas.

Dessa forma, o WCM vai conseguir mudar a cultura organizacional da empresa.

Como é o sistema de avaliação WCM?

O objetivo de investir na melhoria contínua e redução de desperdícios usando o WCM é colocar a empresa em uma patamar elevado no mercado, resultando também em crescimento e ganho financeiros.

Dessa forma, o sistema de avaliação do WCM analisa o desempenho de cada um dos pilares tanto em nível de detalhe quanto em nível de expansão.

Cada uma das atividades dos dois grupos de pilares recebe uma pontuação que varia de 0 a 5. Então, a empresa consegue analisar quais aspectos técnicos ou gerenciais ainda precisam ser melhorados.

Esse processo é realizado por uma auditoria externa que passa pela empresa duas vezes por ano. A classificação de acordo com a pontuação é:

  • Bronze: ≥ 50 pontos;
  • Prata: ≥ 60 pontos;
  • Ouro: ≥ 70 pontos;
  • World Class: ≥ 85 pontos.

Quais as ferramentas do WCM?

ferramentas-wcm

Pela proximidade entre as metodologias, muitas ferramentas do WCM são as mesmas utilizadas no Lean Manufacturing. Reunimos abaixo algumas das principais ferramentas utilizadas no processo:

5G

O primeiro exemplo de ferramenta do WCM é o 5G, cujo objetivo é encontrar uma solução efetiva para um problema. A análise passa por cinco pontos principais que ajudam a entender a questão e criar uma solução. São elas:

  • GEMBA (fábrica): estar no local;
  • GEMBUTSU (material): avaliar qual é o problema;
  • GENJITSU (contexto): analisar dados e outras informações;
  • GENRI (teoria): criar uma proposta;
  • GENSOKU (regras e princípios): seguir os padrões criados.

5W2H

A ferramenta 5W2H é a sigla que nomeia a ferramenta utilizada na etapa de planejamento de um plano de ação de WCM, mas também orienta sua aplicação. Depois de responder as perguntas, o plano é colocado em prática.

5 Porquês

Os 5 Porquês da Qualidade são um método simples que tem como objetivo solucionar um problema, a partir do descobrimento da(s) causa(s) raiz(es). Saiba mais no vídeo abaixo: 

Kaizen

A palavra Kaizen vem do japonês e significa melhoria. Sua aplicação visa otimizar as etapas do processo de produção até o produto final, passando por três etapas:

  • Preparação;
  • Evento;
  • Follow-up.

5S

Por fim, o último exemplo de ferramenta do WCM é o método 5S que tem como objetivo melhorar a produtividade da equipe e o ambiente de trabalho, focando em aspectos-chave da organização do espaço. 

Saiba mais sobre a ferramenta no artigo: O que é a metodologia 5S? Para que serve? Como aplicar?

Capacite sua equipe para aplicar WCM

Para ter sucesso com a metodologia World Class Manufacturing (WCM), é importante treinar a equipe e os gerentes para que eles conheçam e apliquem as ferramentas que vão auxiliar nesse trabalho.

Aqui na CAE Treinamentos, sua equipe pode fazer o treinamento completo de Lean Six Sigma para aprender a teoria e prática de cada uma das ferramentas.

Os treinamentos são 100% online, o que facilita a organização dos estudos e também o contato direto com os professores. Conheça mais sobre os treinamentos e comece a capacitar o seu time!

=

Autor

Autor de 2 livros publicados: "Lean Six Sigma: O guia básico da metodologia" e "101 Dúvidas sobre Lean Six Sigma". É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Professor de empresas como BRF, Plasútil, Usiminas, Petrocoque, Avon, Mondelli, UNESP, JohnDeere e de mais de 35.000 alunos na comunidade online. Com mais de 26 mil certificados emitidos, é CEO da CAE Treinamentos, uma plataforma focada em melhoria contínua e gestão de processos.