Como implantar o lean manufacturing: 5 etapas da metodologia

Sua empresa cansou dos prejuízos causados pela produção ineficiente e sem processos consistentes que atrasam o crescimento? Esse pode ser o momento ideal para aprender como implantar o lean manufacturing.

O Lean Manufacturing, também chamado de Produção Enxuta ou Manufatura Enxuta, é uma metodologia de gestão que nasceu com o Sistema Toyota de Produção, inteiramente focada na eficiência dos processos

A metodologia é uma iniciativa que busca eliminar desperdícios, isto é, excluir o que não tem valor para o cliente e imprimir velocidade à empresa. 

O objetivo é produzir mais com cada vez menos.

Então para tirar sua empresa do barco das perdas e passar para o da melhoria contínua que navega sem desperdícios, siga o guia abaixo e aprenda como implantar o lean manufacturing.

Como implantar o lean manufacturing | GUIA inicial

principios-lean-manufactoring
Imagem: Kanbanize.

Os passos de como implantar o lean manufacturing são orientados por princípios que visam agregar valor para o cliente

Então será necessário estudar os processos atuais, identificar falhas e criam novos procedimentos que possam corrigi-las.

Se toda a equipe se engajar no processo de mudança, a empresa vai conseguir implementar uma cultura Lean Six Sigma com sucesso. 

Confira as cinco etapas a seguir de como implantar o lean manufacturing.

1. Separe valores dos desperdícios

O primeiro passo de como implantar o lean manufacturing é analisar o status atual dos processos seguidos pela empresa.

Comece essa análise identificando o que gera valor e contribui positivamente para um bom resultado e quais atividades geram desperdício

Essa separação permite saber qual ponto do processo precisa ser reparado. Assim, a empresa também aproveita os acertos para ajustar as falhas.

As tarefas bem sucedidas podem, inclusive, auxiliar na definição de novos padrões de trabalho.

Para listar as falhas é importante conhecer os 8 desperdícios do Lean Manufacturing. A partir deles, sua empresa identifica quais são as ações mais recorrentes.


Clique no botão abaixo para se inscrever no nosso canal!!!

2. Organize visualmente os processos atuais

A representação visual é muito importante no processo de como implantar o lean manufacturing.

As ferramentas que fazem isso permitem detalhar todas as etapas envolvidas no fluxo de trabalho, facilitando a identificação de processos que não agregam valor. 

O Kanban é uma ferramenta de Lean Manufacturing básica, mas outras como o fluxograma de processos também podem ser utilizadas para este fim.

O principal é ter uma visão geral de:

  • como a empresa funciona atualmente; 
  • o que impede que o fluxo de trabalho seja melhor; 
  • quais estratégias de melhoria adotar.

3. Crie um novo ciclo, sem gargalos

Depois dessas duas etapas mais analíticas do processo de como implantar o lean manufacturing, é hora de executar o novo fluxo de trabalho.

O fluxo atualizado será executado para testar as propostas de melhorias e sua real efetividade. 

Nesse novo momento, é importante que a equipe acompanhe de perto o progresso das tarefas. 

Assim, será possível verificar se as ações que geram desperdício estão sendo contornadas. Se não estiverem, o time pode agir imediatamente na correção.

As equipes responsáveis por cada etapa da produção do produto ou serviço devem estar cientes do que devem observar para reportar dados precisos sobre as atividades.

4. Determine o ponto de partida

Agora você tem um fluxo novo de trabalho para ser executado, identifique onde é o pontapé inicial do ciclo, ou seja, o que faz a produção começar.

Pode parecer uma informação óbvia, mas é importante para entender como implantar o lean manufacturing corretamente.

Se o seu negócio fabrica um produto, por exemplo, o recebimento do pedido do cliente com a quantidade necessária dá o start no trabalho, certo?

Uma empresa que não estabelece um parâmetro inicial para produção pode acabar com dois desperdícios na mão: superprodução e excesso de estoque.

5. Estabeleça a gestão de melhoria contínua

A última etapa de como implantar o lean manufacturing é o monitoramento dos quatro passos acima.

Como não existe ação a prova de erros, o que você vai precisar é de uma equipe atenta e bem treinada para identificá-los com rapidez.

Monte uma equipe multicapacitada com profissionais White, Green, Yellow e Black Belt que dominam tanto os princípios do Lean Manufacturing quanto do Six Sigma.

O PDCA e outras ferramentas do lean manufacturing vão auxiliar no trabalho de manter o ciclo de melhoria contínua na empresa. 

Aprenda ferramentas para implementar Lean Manufacturing

Capacite sua equipe no uso das melhores ferramentas de qualidade como as certificações Six Sigma, Lean Manufacturing, dentre outras, com os cursos da CAE Treinamentos.

São mais de 100 empresas de renome atendidas e 3.000 alunos capacitados pela plataforma online e cursos in-company.

  • Certificações reconhecidas pelas maiores empresas do país
  • 5 anos de suporte após a conclusão do curso
  • 94% dos alunos classificam os cursos com “ótimo” ou “bom”.

Conheça nossos cursos e saiba como podemos ajudar você a conquistar uma posição de destaque no mercado.

Autor

Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Tornou-se Master Black Belt e hoje está à frente da CAE Treinamentos, ministrando cursos e realizando consultorias na área.

Escreva um Comentário