O que são macroprocessos + exemplo

Geralmente, uma das principais atividades dos gestores é a identificação de oportunidades de melhorias – principalmente aqueles que ocupam funções estratégicas na empresa. Entretanto, quando não há uma visão macro dos processos, surgem as dificuldades para alcançar esse objetivo. Neste artigo, vamos entender como visualizar os setores da empresa com essa visão macro, junto de exemplo dos macroprocessos. Continue a leitura:

A visão da empresa e os macroprocessos

Antes de seguirmos, é importante entender a figura da empresa como um ecossistema. “Como assim?”, você pode ter pensado. Do mesmo modo que um ecossistema leva em consideração seus elementos que o formam além do ambiente ao seu redor, é preciso visualizar a organização da empresa como um sistema que existe junto de outros agentes econômicos, cujas atividades são influenciadas também pelas ações e decisões de terceiros. Assim, é comum que o papel da organização seja se posicionar diante das demandas de sindicatos, fornecedores, clientes e outros.

Enquanto isso, a empresa sofre influência de tendências de curto, médio e longo prazos, como mudanças tecnológicas, socioeconômicas e climáticas. Ou seja, os agentes econômicos convivem e coexistem em um ambiente que tem suas próprias condições e, assim, como qualquer outro, pode sofrer instabilidades a qualquer momento.

Não podemos esquecer da influência que os elementos internos podem causar, já que estes são responsáveis por afetar os resultados, processos, clima da organização, os colaboradores, a estabilidade financeira, entre outros. Aliás, é por isso que muitas empresas dão alta prioridade à análise das fraquezas e forças somente no momento de tomar decisões.

Acontece que, mesmo que consigam compreender a amplitude do contexto, muitos gestores erram justamente por analisar as partes isoladas por meio de uma visão micro, ou seja, acabam não levando em conta as complexas relações que existem entre os fatores. Dessa forma, eles não conseguem construir uma imagem real e adequada da empresa, muito menos perceber como as situações realmente são e tomar decisões certeiras.

É a visão dos macroprocessos que permite analisar todas as variáveis e até prever os efeitos das ações da empresa em seu ecossistema. Por isso, nunca podemos ignorar essa visão ao idealizar projetos, estratégias e todas as outras atividades que são realizadas na empresa. 

Como enxergar os macroprocessos na empresa?

Antes de procurar as oportunidades de melhorias do negócio, é importante, primeiro, compreender plenamente o ecossistema da empresa. Uma leitura mais atenta permite observar quais podem ser as consequências da atuação da empresa nas partes do negócio. Assim, será possível também avaliar os impactos que cada ação pode conferir para a cadeira de processos.

Para isso, é importante também ter um mapa das demandas existentes. Considere o exemplo: quais são as demandas dos sindicatos? O que os acionistas exigem? A visão dos macroprocessos com estes exemplos permite mapear as exigências de todas as partes com maior precisão.

Ao ter essas informações definidas com clareza, a empresa passa a ter mais condições de negociar com clientes e outras partes do mercado, porque irá sempre considerar quais serão os reflexos das decisões no ecossistema. 

Quando tomar decisões com base nos macroprocessos?

A rotina dos gestores é cheia de oportunidades para fazer escolhas que, à primeira vista, podem até parecer benéficas. O problema é que, muitas vezes, essas escolhas podem acabar prejudicando outros processos e até mesmo departamentos. Por exemplo, pense em cortes de gastos. Se não forem feitos com prudência, esses cortes podem acabar diminuindo as vendas e até a produtividade dos colaboradores.

Ao considerar os macroprocessos, as decisões são tomadas a partir de um olhar que abrange o negócio como um todo. Assim, é muito mais fácil para o gestor perceber quais são as decisões que realmente irão gerar bons resultados para a empresa.

Além disso, uma dica importante é adotar essa visão em conjunto com os conhecidos KPIs (Key Performance Indicators) para tomar decisões estratégicas de forma ainda mais clara, ágil e eficiente. Por exemplo, se feita junto da análise 360º, a gestão pode potencializar as estratégias e técnicas empregadas. Ao conhecer como os recursos transitam na empresa, o gestor tem também relatórios reais sobre os resultados, conseguindo identificar as deficiências operacionais com mais facilidade, o que permite uma correção mais rápida.

Vale também utilizar softwares de gestão e controle de qualidade para identificar eventuais falhas e automatizar tarefas. Nesses casos, com a visão dos macroprocessos, os gestores podem identificar as irregularidades com o acompanhamento dos números do painel de controle.

Conheça benefícios dos macroprocessos

Quando o gestor considera os macroprocessos, a tomada de decisões fica fortalecida, e traz resultados positivos e concretos para a empresa. Isso acontece porque as escolhas são feitas com base nas observações estruturadas dos mecanismos que compõem o negócio. 

Além de melhorar a análise crítica da empresa e otimizar as tomadas de decisões, a visão dos macroprocessos fornece os meios necessários para identificar problemas e falhas rapidamente. Basta considerar que perder um dia inteiro em busca de um problema em algum sistema pode trazer grandes prejuízos para as organizações, principalmente em tempos de tanta agilidade exigida e prazos apertados.

Entretanto, nem sempre é fácil incorporar essas mudanças na organização. Por isso, pode ser necessário procurar visões externas de profissionais que possam contribuir e, assim, trazer novas soluções. Por exemplo, o auxílio de um coach, um mentor ou um consultor experiente na área podem ser boas opções.

Esses profissionais podem ser grandes aliados para os gestores que querem aperfeiçoar sua visão do negócio para atingir processos cada vez maiores, por orientarem e indicarem formas de otimizar o desempenho e, assim, alcançarem as metas de forma satisfatória e rápida.

Continue seus estudos com as leituras sugeridas abaixo:

As 5 ferramentas de gestão mais utilizadas para otimizar a rotina e os processos da empresa

O que é gestão por processos? Saiba como ela funciona

6 estratégias de otimização de processos de negócios que funcionam

Não se esqueça de curtir nossa página do Facebook, se inscrever no nosso canal do Youtube e acompanhar as postagens do nosso blog para ficar por dentro de todas as nossas novidades!

Autor

Jornalista e social media formada pela Unesp.

Escreva um Comentário