Caminho Crítico: o que é e como aplicar na gestão de projetos?

Para conseguir realizar as tarefas dentro do prazo e executá-las da melhor forma possível, é essencial que seja definido o caminho crítico do projeto. 

Isso porque essa etapa determina quais atividades precisam de um olhar mais rigoroso por serem essenciais para o sucesso desse plano. Já que, se algo não sair como planejado nessa fase, todo o projeto é prejudicado.

O caminho crítico do projeto é a etapa mais complexa a ser realizada, aquela que demanda mais tempo. É nele que se define o tempo total desse plano, por ser a fase mais longa. Por isso, é fundamental estar atento para que tudo saia como o planejado.

Veja o vídeo a seguir sobre como cumprir objetivos e metas a longo prazo:

Para indicar a sequência de atividades e o caminho crítico é necessário entender alguns conceitos e seguir alguns passos. Confira abaixo e boa leitura!

O que é o caminho crítico?

caminho critico

O caminho crítico é a subdivisão do projeto que demora mais tempo para ser concluída

Nesse sentido, podem existir diversos caminhos que levam até a finalização do que foi planejado, mas há sequências que fazem mais sentido na organização das tarefas a serem cumpridas.

Desse modo, torna-se muito mais seguro para você entregar o projeto no prazo e com qualidade

Por isso, é fundamental levar em conta a relação que as atividades têm entre si, para que sua tomada de decisão seja mais assertiva. Outro fator a ser levado em conta é que o caminho crítico tem um total de folgas igual a zero.

Isso quer dizer que não existe espaço de tempo para impedimentos. Tornando-se essencial que o cumprimento das tarefas seja realizado com eficiência e maestria, uma vez que qualquer atraso pode colocar o projeto completamente em risco. 

Dessa forma, a sua prioridade na organização do planejamento deve ser sempre a etapa mais longa. 

Além disso, caso atividades que não fazem parte do caminho crítico sejam comprometidas no momento de sua realização, isso pode gerar outro caminho crítico. Sim, é isso mesmo, pode haver mais de uma etapa prolongada para se preocupar em um mesmo projeto. Mas geralmente isso não ocorre, e, para que essa situação seja evitada, é fundamental acompanhar o projeto de perto. 

O que é o caminho crítico na gestão de um projeto?

caminho critico

Torna-se inviável organizar um projeto de forma satisfatória sem estipular qual etapa é o caminho crítico. 

Sem que você defina isso não é possível visualizar as folgas. Por isso, primeiro organize as etapas, defina o caminho crítico e, por fim, saberá quantos dias terá nas demais etapas para solucionar algo se ocorrer um imprevisto. 

Como já foi dito anteriormente, pode existir mais de um caminho crítico no projeto. Isso ocorre pois qualquer situação inesperada pode ocorrer em caminhos não-críticos

Assim, é fundamental definir as folgas, já que esse passo vai indicar quanto tempo tem para solucionar um possível problema.

Somente se as folgas forem comprometidas, um novo caminho crítico pode surgir no projeto. 

Obviamente, isso seria algo extremamente desconfortável. Por isso é muito importante a cautela para realizar todas as etapas do projeto. E ficar atento para que as folgas não sejam prejudicadas.

Diagrama de Redes

Para expor qual estágio será o caminho crítico é aplicado o Diagrama de Redes. Que nada mais é do que um gráfico que reproduz uma sequência a ser seguida. Esse gráfico pode e deve ser feito em alguma ferramenta que otimize seu trabalho e seu tempo.

Com o diagrama determinado, poderá se distinguir as particularidades do projeto. Já que agora cada segmento estará bem definido. 

É fundamental não olhar os passos como se fossem individuais, não se deve esquecer a dependência de cada etapa. Isso também é muito importante para o planejamento. 

Quando define-se o caminho crítico e os demais passos, fica muito mais simples direcionar os custos dentro do projeto. Outro fator relevante, é que, após essa organização, também se tornará mais fácil entender onde cada profissional deve atuar para realizar suas ações. 

Portanto, é necessário estabelecer o diagrama com todos os procedimentos a serem cumpridos, definir a correlação dentro das tarefas e estipular o tempo para a realização de cada uma delas. 

Desse modo, será muito mais seguro entregar o projeto dentro do tempo estipulado e ficará mais fácil visualizar as folgas.

O que são folgas dentro de um projeto 

As folgas nada mais são do que o período de tempo, geralmente dado em dias, para que as tarefas possam ser atrasadas. Não é necessário que ocorram atrasos, obviamente, mas caso isso aconteça não compromete o projeto. A menos que as folgas sejam prejudicadas. 

Veja abaixo o que deve ser analisado para determinar as folgas:

  • o tempo de duração do projeto;
  • etapas a serem realizadas;
  • o caminho crítico do projeto;
  • o diagrama de redes.

Como já dito anteriormente, é essencial que o diagrama esteja montado para determinar as folgas. 

Não tente saber quais serão as folgas antes de seguir esses passos. Confira um exemplo prático de como as folgas são empregadas para que fique mais claro e possa ser aplicado no seu negócio.

E aproveite para escutar o episódio do nosso podcast com dicas de como aumentar a produtividade.

Exemplo prático:

Imagine que, para um projeto ser realizado, ele precisa seguir três caminhos. As divisões de tarefas são denominadas no diagrama como A, B e C, nessa mesma ordem, pois existem interligações entre as atividades. Ao somar tudo o que deve ser feito em cada tarefa, descobre-se que o caminho A deverá ser o mais demorado, com o término em 15 dias.

Desse modo, já foi possível determinar o caminho crítico, que, nesse exemplo, é a etapa A. Os demais subgrupos possuem tempo de 12 e 8 dias, respectivamente, para serem concluídos. Ou seja, a folga que o caminho B terá é de 3 dias, e o caminho C terá folga de 7 dias.

É bastante simples usar essa lógica, porém ao ser empregada no projeto torna-se algo complexo, dependendo da demanda de atividades a serem cumpridas. Por isso, é fundamental estar atento a todas as funções e acompanhar a realização de cada uma com cautela e destreza. 

Folga livre e folga total

É indispensável entender que as folgas podem ser divididas em folga livre e folga total, ou atraso total. Confira a diferença entre esses dois conceitos:

  • folga livre: é o período de tempo que uma atividade pode ser atrasada sem comprometer o começo da ação posterior. Ou seja, aqui não está sendo levado em conta o projeto como um todo. E sim, as atividades de forma isolada.
  • folga total: nesse caso, é levado em conta o projeto de forma única. É o tempo total que uma tarefa pode ser atrasada sem comprometer a data para entrega do projeto. Para ficar mais fácil de exemplificar, você pode entender como a diferença entre a atividade que se completa primeiro e a que se completa por último

Portanto é crucial seguir cada passo, definir uma estimativa de duração para cada atividade, bem como compreender que o caminho crítico pode mudar durante o projeto. Diante disso, é importante ficar atento aos possíveis atrasos. 

E aí, gostou? Então não deixe de colocar em prática cada etapa descrita acima e defina o caminho crítico para ter ótimos resultados no seu projeto. Para mais conteúdos incríveis como este continue acompanhando nosso blog

Autor

Sou graduado em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), pós-graduação em Jornalismo Esportivo pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), especialização em revisão pela Unicamp, além de cursos de revisão e otimização de textos pela Rock Content.

Escreva um Comentário