Como garantir a qualidade de um produto?

Dizer que todas as empresas querem criar ou comprar produtos de qualidade soa até redundante, não é mesmo? Entretanto, o que significa essa qualidade e por que ela tem tanto impacto nas decisões dos clientes? Como a empresa pode garantir a qualidade de um produto? Nesse artigo, vamos discutir as respostas dessas perguntas e muito mais. Confira:

Afinal, o que é a qualidade?

Quando pensamos na qualidade de um produto, é comum considerar que essa característica é, de certa forma, uma exigência geral dos consumidores; afinal, eles querem que o produto ou serviço adquirido tenha a qualidade e o desempenho esperados. 

Claro que essa exigência varia de acordo com o público; há quem prefira opções mais simples para suas necessidades e quem opte por padrões mais altos. Por exemplo, pense no perfil dos compradores de carros. A pessoa que compra um veículo sedan de última geração tem objetivos e necessidades bem diferentes daquela que compra um carro popular, não é?

Em linhas gerais, a qualidade de um produto diz respeito às características que o compõem e, assim, o tornam capaz de satisfazer as necessidades que o cliente apresenta. Por isso, as empresas precisam desenvolver produtos atrativos, utilizando matéria-prima de qualidade, especificações únicas e a menor taxa possível de defeito. Se isso for seguido, possivelmente, os clientes irão considerar que o produto é de qualidade.

Há diversos aspectos que indicam a qualidade de um produto ou serviço, mas muitos deles vêm, na verdade, da percepção que o público tem do produto. É por isso que é tão importante realizar pesquisas sobre as formas como os consumidores estão recebendo e percebendo o produto, pois isso indicará os pontos que precisam ser melhorados.

Como garantir a qualidade de um produto

Existem algumas etapas que devem ser observadas pela empresa que busca garantir a qualidade da produção que será oferecida ao público. Primeiro, todo o processo de fabricação dos produtos deve ser acompanhado do início ao fim por um gestor da qualidade, que irá verificar a ocorrência de possíveis erros durante o processo e irá observar os resultados. Esses resultados devem ser certificados sempre que uma etapa for finalizada, para evitar que erros sejam levados adiante na produção.

Em seguida, devem ser calculadas também quantas falhas ocorrem durante o processo e o que as levou a acontecerem. Será que as falhas vêm aparecendo por problemas nos equipamentos? Pode ser também que a origem esteja na falta de treinamento dos colaboradores envolvidos. Uma observação atenta junto de dados coletados ao longo da produção permitirá responder essas perguntas.

É importante também ter documentado como as etapas do processo devem ocorrer de acordo com o projeto e como elas ocorrem na prática. Assim, os gestores conseguem encontrar possíveis gaps e até mesmo quebra da qualidade dentro dos processos, para solucioná-los e, desta forma, reduzir as falhas. 

A última etapa deve envolver um teste do produto. Este é um momento muito importante, principalmente se a equipe envolvida ainda não tiver certeza da qualidade total do produto em questão. Com isso, os gestores podem ouvir e registrar o feedback dos colaboradores para entender quais são as dificuldades que ocorrem no processo, para solucioná-las. 

Exemplo prático

Agora, vamos visualizar como a qualidade pode influenciar diretamente uma linha de produção. Por exemplo, imagine uma empresa que produz computadores. Ela pode oferecer as melhores memórias dentro de suas máquinas. Enquanto isso, uma empresa concorrente pode ter o melhor processador, enquanto outra pode valorizar as placas de vídeo. 

Os interesses do consumidor podem exigir diferentes configurações, mas, no fim das contas, a qualidade agregada conta muito mais. Dificilmente os clientes irão se interessar por um computador com configurações que não atendam as necessidades deles naquele momento, mesmo que ele tenha a melhor placa de vídeo ou a melhor memória do mercado. Quanto melhor for a configuração geral, melhor e mais atrativo será o produto.

A análise da qualidade engloba todas as etapas da produção; como um potente computador, todas as suas partes devem estar funcionando de forma harmônica com constante monitoramento e cuidado, afinal, defeitos podem surgir a qualquer momento e ocasião. Para garantir que um bom computador, ou qualquer outro produto ou serviço, seja oferecido ao consumidor, é importante ter em mãos ferramentas para monitorar a qualidade dos produtos da empresa. 

Para saber se tudo está correndo conforme os padrões estabelecidos, pode-se utilizar os indicadores de desempenho. Por exemplo, no caso dos produtos podem ser analisados os defeitos, embalagens, acabamentos, entre outros. Já nos processos, a produção, rapidez, segurança e envio das mercadorias são pontos de destaque para análises.

Podemos pensar neste cenário também para empresas que fabricam carros, que prestam serviços de marketing, que produzem alimentos, entre outras. Seja no projeto de um novo veículo, seja no planejamento de uma campanha de divulgação de um novo produto, é essencial que haja um gestor de qualidade presente para acompanhar o processo e verificar a existência das falhas – e, lembre-se, essas falhas podem ser vistas como oportunidades de melhoria do serviço prestado. Além disso, todo o processo de produção – ou desenvolvimento da ação – deve ser documentado, para que seja possível analisar quais soluções funcionaram ou não.

Por fim, vale destacar que a qualidade do processo tem tanta importância quanto a qualidade do produto. Um processo padronizado e executado de forma fiel ao que foi planejado evita erros no produto final, ou seja, previne que erros ocorram no produto ou serviço prestado. 

Assim como acontece com a qualidade do produto, a qualidade do processo também tem grande relação com as especificações. São elas que indicam como o processo deve funcionar, com quais requisitos, periodicidade e aprovações. Para que o produto seja feito com sucesso, o processo deve ter todos seus requisitos respeitados. 

Para seguir com seus estudos, confira as leituras que indicamos abaixo:

A qualidade pode influenciar a escolha do consumidor: veja isso com o case da Uber!

Ter um padrão de qualidade mediano vai te impedir de vender? Os consumidores realmente se importam com qualidade?

Entenda como e porquê a Samsung tem padrões de qualidade distintos entre seus produtos

E, para ficar por dentro de todas as novidades, curta nossa página do Facebook, inscreva-se no nosso canal do YouTube e, claro, acompanhe todas as publicações do nosso blog!

Autor

Jornalista e social media formada pela Unesp.

Escreva um Comentário