Exemplo de projeto DMAIC em uma grande empresa

Para entender melhor o funcionamento de uma técnica, nada mais útil do que a possibilidade de conferir um estudo de um caso real. A CAE Treinamentos separou um exemplo de projeto DMAIC , para fornecer uma visão mais abrangente sobre essa ferramenta da metodologia Seis Sigma.

Esse estudo foi realizado pelos autores Marcelo Gechele Cleto e Leandro Quinteiro, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Esses pesquisadores aplicaram a ferramenta DMAIC em um problema relacionado à peças que vinha sendo encontrado em uma empresa automobilística.

Entretanto, antes de abordarmos o estudo, vamos revisar o que é DMAIC.

Saiba mais sobre a metodologia Seis Sigma com a leitura deste artigo: [Top 10] posts sobre metodologia Seis Sigma: aprenda tudo sobre.

Exemplo de projeto DMAIC: saiba mais sobre a ferramenta!

O DMAIC é uma ferramenta de melhoria contínua e faz parte da metodologia Seis Sigma. Por ser um método cíclico, ele pode ser executado com frequência, garantindo o controle e evolução constantes dos processos de uma empresa.

A sigla DMAIC significa: Definir, Medir, Analisar, Implementar e Controlar.  Esses nomes são referentes às operações que devem ser realizadas para implantar a ferramenta.

Exemplo de projeto DMAIC

Exemplo de projeto DMAIC

No estudo realizado pelos pesquisadores Cleto e Quinteiro, foi aplicado o DMAIC para tentar solucionar um problema. Os autores apresentaram o caso através de anonimato, então o nome das empresas são dados como: a “empresa A” e a “fornecedora B”.

A “empresa A” é uma empresa automobilística e multinacional, enquanto a “empresa B” é uma fornecedora de peças e vende para a automobilística.

O problema que estava ocorrendo era de  que as peças estavam chegando com qualidade inferior ao requisitado pela “empresa A”. O material fornecido gerava vários outros problemas, pois como estava fora do padrão, a montadora de veículos gastava muito tempo com retrabalhos, o que atrasava toda a produção.

A automobilística estava insatisfeita com o fornecedor mas não havia possibilidade de trocar os serviços para outra empresa. Pois a outra opção de fornecedora se encontrava no exterior e seria complicado lidar com as diferenças de câmbio e burocracias de importação.

Portanto, a “empresa A” começou a buscar soluções para as  peças que chegavam defeituosas. Assim, tentando economizar mais tempo e dinheiro que estavam sendo gastos com essa questão.  Ao buscar transformações e melhorias é que foi realizado um projeto DMAIC.

Entenda os principais pontos sobre DMAIC e suas fases no nosso vídeo abaixo!


Clique no botão abaixo para se inscrever no nosso canal!!!

Primeira fase: definir

Para iniciar o DMAIC, foram definidos quais os problemas que estavam ocorrendo:

  • retrabalhos;
  • atrasos na pintura dos carros;
  • realização de horas extras na automobilística;
  • gastos maiores para pagamento das horas extras e outros custos gerados por atrasos.

Nessa fase também foram estudados os benefícios que o DMAIC poderia trazer e para definir essas transformações da qualidade foram utilizados métodos para gerar dados estatísticos.

Também foi realizado um cronograma com todas as etapas que seriam desenvolvidas durante o DMAIC.

Segunda fase: medir

Nesta etapa, os profissionais realizaram um mapeamento dos processos da empresa. Eles perceberam que o problema das peças estava afetando diversas áreas da corporação. Com o mapeamento, eles tiveram acesso a todo o processo de manufatura das peças na empresa.

Durante o mapeamento foi constatado quais as peças exatas que causavam os maiores problemas e prejuízos para a empresa A. Para isso, foram utilizadas outras ferramentas estatísticas como o Diagrama de Pareto, que também pertence a metodologia Seis Sigma.

Para aprender todas as ferramentas do Seis Sigma, recomenda-se um curso na metodologia.

Os pesquisadores perceberam que 10 peças eram as que mais geravam variabilidades dentro dos processos da empresa. Essas peças eram rejeitadas quando chegavam, pois não conseguiam cumprir sua função e a empresa tinha que refazê-las.

Nesta fase, utilizando o mapeamento dos processos, foram identificadas algumas oportunidades de melhorias rápidas.

Terceira fase: análise

Durante esse terceiro período, foram realizadas atividades de brainstorming durante as reuniões do projeto. Esse termo em inglês significa “tempestade de ideias”, é o nome dado para um processo de dinâmica em grupo, que tem como objetivo desenvolver novas ideias, baseadas em informações sobre a empresa e sobre o problema a ser solucionado. Assim, estimula-se o pensamento criativo na hora de propor soluções.

exemplo de projeto DMAIC

Com os brainstorms foram solucionadas dúvidas dos membros do projeto. Nessa fase, também foram realizadas investigações de melhores práticas, para avaliar qual a melhor forma de resolver os problemas apresentados. Essas comparações são chamadas de benchmarking, também foram comparados processos dentro de outros grupos que pertencem a “Empresa A”.

Também foi utilizado o método  PDCA,  para levantar mais dados estatísticos sobre o que pode ser feito para evitar os retrabalhos e o sucateamento das peças fornecidas. Foram observadas formas de evitar ao máximo que essas peças, que já vinham abaixo da qualidade,  estragassem ainda mais por formas de armazenagem incorreta.

Quarta fase: melhoramentos

Nessa fase do DMAIC foram realizadas atitudes para evoluir os processos da empresa. Foram oferecidos treinamentos aos funcionários e às pessoas envolvidas, para que essas estivessem a par dos resultados da pesquisa.

Também foram implantadas novas técnicas em todos os departamentos que estavam sendo afetados.

Foram realizados monitoramentos e feedbacks (respostas) sobre a produção e atividades que envolvessem as peças do fornecedor. Foram colocados em prática os projetos propostos na fase anterior, para melhorar o transporte e armazenamento das peças.

Além disso, foi criada uma documentação de checagem do material quando o fornecedor o entregava na empresa.

Quinta fase: controle

A fase de controle dentro do método DMAIC tem como objetivo controlar as transformações que foram desenvolvidas pela equipe responsável pela implementação da técnica.

Para o controle dos processos foram utilizadas as seguintes ferramentas:

1) Coleta de Dados

2) Histograma

3) Diagrama de Pareto

4) Brainstorming

5) Cartas de Controle

6) Índices de Capacidade

7) Fluxograma

8)Mapeamento do Processo

9) Avaliação de Sistema de Medição

Um benefício não esperado pela automobilística foi a mudança de postura da fornecedora. A partir do momento em que foi realizada uma maior cobrança e documentação pela “empresa A”, os materiais começaram a atender melhor os requisitos.

Como conclusão, o DMAIC gerou resultados positivos e transformou essa empresa. Entretanto, para isso foram utilizadas diversas ferramentas da qualidade, que precisam de estudo ou curso para serem aprendidas. Confira treinamentos para aprender tudo sobre essas ferramentas no site da CAE.

Esperamos que nosso artigo “exemplo de projeto DMAIC” tenha sido útil para você. Quer continuar acompanhando conteúdos interessantes como esse? Acompanhe nosso blog, siga-nos no Facebook, LinkedIn ou assine o nosso canal no Youtube e não perca nenhuma novidade!

Se o seu interesse é melhorar o seu currículo e destacar-se no mercado de trabalho, confira os cursos da  CAE Treinamentos.

Autor

Redatora do blog da empresa CAE Treinamentos. Estudante de Jornalismo na Universidade Estadual Paulista (UNESP). Já foi estagiaria de Comunicação do Projeto TAMAR, pesquisadora pela FAPESP, coordenadora de grupo de estudos e repórter textual do Projeto Impacto Ambiental e da Jornal Júnior.

1 Comentário

  1. paulo cesar chagas de moura Responder

    Gosto da forma simplies como abordam temas um pouco mais complexos…isto facilita o entendimento e a prática.

Escreva um Comentário